2011-04-19

Justiça tradicional e neo-justiça-futura para uma revolução-NEO-marxista, ( GGGA, VJT, VIT, NJF, J3M, RNM,)

Carta aberta ao Dr. Mário Soares e sua Fundação, APAV, mais honestos profissionais da justiça, magistrados, advogados, politicos e associações de voluntariado.

Um grande advogado estudou con dinheiro dos contribuintes, aprendeu como roubar e não ser condenado da justiça tradicional. Com vigarices e ameaças  mafiosas roubou-me o fruto de anos de trabalho.

Foi condenado a 9 meses de prisão em Itália e ao pagamento de 26.000.000 de liras italianas correspondente a parte das vigarices que foi possível provar em tribunal. Mas como é um grande advogado, nem foi para a prisão nem me pagou nada. Todos os advogados e juizes aos quais contei o caso me disseram que era melhor esquecer. Mas esquecer é reconhecer a impotência, injustiça e imoralidade da justiça tradicional contra grandes advogados-ladrões-mafiosos, premiar os piores responsáveis da injustiça e imoralidade da justiça tradicional. Esquecer seria perder grande parte da minha vida para premiar criminosos, precisamente o contrário do que considero importante na vida. Esquecer seria ser cúmplice das injustiças da justiça tradicional. Eu penso que nem com milhões de euros me indemnizava pelos danos causados a mi e à sociedade. Penso que se fosse condenado a pagar milhões de euros ou trabalhar para indemnizar vítimas e sociedade seria justo e seria a melhor forma de dar início à melhor revolução da velha justiça tradicional.

Em Itália a profissão donde provem maior número de políticos é a advocacia. Segundo um notícia em 2010, dos 10 mais ricos políticos em Itália 5 eram advogados. Em Itália a mafia e criminalidade factura centenas de biliões de euros por ano e segundo um boss mafioso uma grande parte deste dinheiro vai para advogados. Alguns advogados ganham dezenas de vezes mais dos juizes. Os melhores juizes contra a mafia foram mortos, 26 em 23 anos. Lógico que a maioria dos jovens mais inteligentes, criativos, eficientes e pragmáticos prefiram ser advogados dos mafiosos que juizes. Em Itália existem mais de 230.000  advogados e menos de 9.000 magistrados, para uma justiça com 95% dei processi em prescrição, cerca de 500 por dia, mais de 150.000 por ano. Imagino que a maioria da prescrição vai para piores mafiosos que têm mais dinheiro para pagara melhores advogados, matar ou ameaçar testemunhas e juizes.

Com o sistema tradicional de justiça, com grande probabilidade os contribuintes pagam estudos dos melhores advogados para servirem piores injustiças: piores criminosos, com dinheiro das vítimas, pagam melhores advogados para os defenderem. Eu sou  uma vítima de um grande advogado-ladrão-mafioso que já foi condenado a pagar parte das vigarices e não pagou nada, nem foi para a prisão nem paga por danos causados. Com grande probabilidade continua a servir as piores injustiças: os piores criminosos ganham mais e podem pagar melhores advogados.   

 Enquanto era Presidente o Dr. Mário Soares, um grande advogado de Portugal a que chamarei ggga, (grande advogado, grande vigarista e grande mafioso), veio a Itália e com os seus conhecimentos da justiça e legalidade, com vigarices e ameaças mafiosas levou-me o fruto de anos de trabalho.

Desde então a minha principal preocupação é revolucionar esta justiça tradicional.

Penso que se este grande advogado ficar premiado será a vergonha da velha justiça tradicional.

Quando este caso se pasou era Presidente da Republica o Dr. Mario Soares. Por isso e pelo seu prestigio e de sua Fundação peço publicamente colaboração para obter justiça e revolucionar uma justiça que não castiga criminosos e castiga ainda mais as vítimas.

Peço aos mais honestos profissionais da justiça, magistrados, advogados, politicos e associações de volontariado colaboração não só para o meu caso mas para uma revolução de um sistema de justiça com grande probabilidade de servir de forma imoral os piores criminosos com o dinheiro das vítimas.

Imagino uma justiça futura com mais inteligentes e  honestos advogados convertidos a juizes que podiam fazer melhor em 3 minutos da justiça tradicional em 30 anos para muitos casos, com custos enormes para vítimas e ganhos para melhores advogados ao serviço das piores injustiças.

Sonho uma justiça que aplicasse com inteligência e bom senso o princípio mais elementar: quem causa um dano injusto deve indemnizar vítimas e sociedade. Agravamento da pena para quem usa métodos imorais e injustos. O grande-advogado-ladrão-mafioso seria penalizado por servir-se dos conhecimentos de advogado, pagos dos contribuintes, para roubar e ficar impunido, pelas ameaças mafiosas e pelos danos à sociedade. Se fosse condenado a 10 milhões de euros ou parte ou trabalhar para indemnizar vítimas e sociedade seria o início de uma revolução-NEO-marxista dinheiro da criminalidade ao serviço de melhor justiça. Eu prefiro não ver um único euro e trabalhar o resto da minha vida a colaborar com uma associação de voluntariado que o use esse dinheiro para melhor justiça futura e ajuda das vítimas de injustiças do que saber que grande parte do fruto do meu trabalho está a premiar injustiça e imoralidade de profissionais da justiça.

Se em minha vida não obtiver justiça, deixo publicamente o meu testamento moral: espero que as minhas ideias divulgadas gratuitamente online sirvam a promover uma melhor justiça que se faça pagar dei criminosos e de todos os que beneficiam dos criminosos. Se resultarem direitos de autor das minhas ideias é meu desejo que sirvam a contribuir para promover melhor justiça e indemnização às vítimas da parte dos criminosos, cúmplices e beneficiários.

Se a Fundação Mário Soares, APAV ou qualquer associação de voluntariado colaborarem para que seja feita justiça e resultar uma consistente condenação, poderia conceder-lhe não só a gestão desse dinheiro em beneficência mas dar a minha colaboração e o meu trabalho de casa com ideias e projectos. Imagino que poderia ser io início do que eu considero RNM=revolução-NEO-marxista: dinheiro da criminalidade para educar e converter criminosos, premiar melhores e indemnizar vítimas.

Um dos meus sonhos é a criação de uma Associação de Vítimas de Injustiças, (AVI), e de promoção de melhor justiça. Mas mesmo sem uma formação legalizada desde já promovo um movimento de sensibilização para melhorar a justiça, com moralidade e bom senso de justiça para as vítimas da própria justiça.

Sem comentários: