2012-06-29

PNS=PROFETA DO NEO-SURREALISMO, PERSONAGEM PARA UM FILME (à procura de realizador)

Depois de ler as 700 paginas do livro editado em 30 exemplares e gratuito online sobre “O SURREALISMO EM PORTUGAL E A OBRA DE MÁRIO CESARINY DE VASCONCELOS” o PNS (ou PLCG, ou profeta LCG, siglas que só eu e o Rui Cardoso Martins conhecemos ... e qualquer leitor de DHI="DEIXEM PASSAR O HOMEM INVISÍVEL" descobrirá), pensou que chegara a hora de preparar a sua “grande marcha” ou VNS=Viagem do NeoSurrealismo. Não seria uma marcha tão famosa como aquela de Mao, mas mais inteligente, ética, deontológica, "NEO-justa" com mais bom senso de justiça. Na "grande marcha" de Mao a “vitória” parece evidente para FCT=Fãs-Fanáticos do Comunismo Tradicional. Eu tenho as minhas dúvidas sore a ética, deonlotologia, moralidade e bom senso de justiça dos meios: sobreviveram 6.000 dos 87.000 que participaram à marcha; alguns foram condenados à morte por roubar alimento para matar a fome. 
A VNS=Viagem do Neo.Surrealismo partirá de Berlim em direcção a Lisboa, sem mortos nem feridos, com arte, espetáculos, provocações ao limite do legal mas muito morais, … para a minha moralidade NeoMachiavélica: Certos meios justificam certos fins… S6S=Salvar 6 MILHÕES DE CRIANÇAS justifica uma condenação a  €280.000 por "difamar" ou fazer sátira aos mais ridículos magistrados da mais deficiente  justiça, ou mais deficientes magistrados da mais ridícula justiça... 
Procurou um programa para transformar as suas fotografias realistas e surrealistas em NEO-surrealistas, (ou NeoSurrealistas) …
Procurou online concorrentes para os converter em colaboradores. Só tinham a "perder" ou ganhar tempo para obter mais e melhor publicidade, prestígio e venda das suas obras.
Procurou online outros profetas e encontrou a sobressair entre milhões de resultados: okosmonauta ...sobre-surrealismo,   El movimiento neo surrealista nace en ... Luis Royo viston de Prroni, uma mulher nua entre anjinhos, …
Imaginou um ebook de 70 páginas, ou um video-e-book de 7 páginas mais alguns minutos de vídeos e imagens, com as melhores ideias daquelas 700 páginas e das 7.000.000 de páginas dos seus arquivos vendido a €7 da Amazon, ou vendido a €17 em edição do autor, ou vendido a €27 com um sistema de afiliados que dava a quem o comprava a possibilidade de revendê-lo ganhando 50% depois de escrever um artigo com as melhores ideias desenvolvidas à sua maneira, (1). Seria uma maneira de financiar outros PNS=profetas do NEO-surrealismo, (ou PLCG ou profetas do LCG) e divulgar o movimento revolucionário da criatividade e inteligência coletiva para um futuro melhor.
Imaginou um “net-filme” ou “web-filme” (ou NetFilm ou NetVideo, ou WebFilm ou WebVideo), com o  videoebook de 7 páginas para serem lidas antes de seguir links de videos online numa sequência preparada para dar a emoção de um file.

(1) Existia um meio simples de receber 50% das vendas, com um simples link onde se insere o email e se recebe com PayPal. Parece-me que este método tanto tem o poder de produzir grande utilidade social como grandes danos. Grande utilidade se é usado de quem gosta de um bom produto que muito possivelmente interessará aos seus amigos e leitores do blog, círculos, listas de emails... Escrevendo um artigo com o melhor de um ebook que se vende com este sistema pode favorecer o autor, pagar o seu trabalho de escrever o artigo, dar uma informação gratuita útil par os seus leitores e beneficiar quem é mais interessado, compra, promove e ganha vendendo. Pode produzir grandes danos se promove um ebook que não só não tem nada com interesse mas faz parte de uma cadeia dos milionários ladrões do tempo que trocam serviços a vender métodos de roubar tempo. A distinção nem sempre é evidente: pode existir um livro ou ebook que é bom para uns e péssimo para outros. Se um autor tem leitores fãs com interesses muito definidos tem mais probabilidade de os seus gostos corresponderem aos dos leitores. Se é um milionário ladrão do tempo que só se interessa por ganhar dinheiro com qualquer argumento e qualquer produto pode estar a promover o pior porque é mais caro e lhe dá maior percentagem de ganho.
Este sistema difere de outros de afiliados por ser menos complicado para quem o usa só para promover produtos de outros mas difícil de instalar para colocar os seus produtos nas condições de serem vendidos por outros. Imagino uma cooperativa de autores com um técnico de informática a resolver as complicações de instalação. Se esta cooperativa tivesse uma direção, consultantes e autores com personalidades de grande valor ético e interesse pelo bem comum podia tornar-se num movimento revolucionário do futuro. Alguém quer colaborar a este projeto? Podia chamar-se PISION=Projetos+Ideias+Serviços+Informações-OnLine, ou PISIO=Projetos+Ideias+Serviços+Informações-OnLine ou PISI=Projetos+Ideias+Serviços+Informações. Podia ser uma forma de estimular a criatividade e inteligência para resolver muitos problemas da sociedade, ocupar o tempo e dar trabalho a tantos desempregados com tanto para fazer. Muitos dos projetos, ideias e informações podiam originar ebooks, audioebooks, videoebooks e pebooks colectivos, gratis ou a pagamento OnLine.
Puliquei alguns ebooks mas desaparecrão em breve porque esta estrutura só publicará em Inglês. Estes eBooks não serão mais pulicados mas as melhores ideias podem continuar em "PeBooks" e "Ceooks". 
P.S. 1504101251: Vi uma casa como aquelas onde nasci e cresci. Um vulcão de ideias foi despertado na minha caeça. Pensei escrever um artigo, eBooks, "PeBooks", "CeBooks"...:

Casas, flores, legalidades, injustiças, imoralidades, inteligência, eficiência, bom senso de justiça e mortos de fome e frio: Em Itália e na Alemanha tive conhecimento de casas perfeitas para viver conforávelmente, algumas estruturas de turismo mesmo luxuosas, destruídas para construir outras, porque um milionário quer tudo a seu gosto conforme as modas, (talvez condicionado de certa publicidade-marketing), ou porque um juiz notou a falta de um papel de certa legalidade que eu considero quase tão criminosa como o nazismo de Hitler: muitos consideram o crime do século passado os 6 milhões de judeus que Hitler mandou eliminar. Poucos sabem que, (num ano?), morrem 6 milhões de crianças, só num Inverno morreram 18 pessoas ao frio na Áustria, numa semana morreram vários sem teto ao frio em Itália ... Entretanto penso aos mortos de fome e frio que se podiam salvar com outra legalidade, outra informação, outras políticas, outras modas, ... uma RNM=REVOLUÇÃO-NEO-MARXISTA... https://www.facebook.com.
Hitler teve uma popularidade de 95% de fãs, segundo uma testeminha da época que tentou matá-lo, (fonte: Domentário numa TV alemã de 1504092222 sore 40 tentativas de assassinar Hitler). Das imagens que vi em várias televisões de documentários originais parece-me que nenhum político da história teve maior percentual de fãs-fanáticos. Creio que nem Mao, Lenin, Estaline, Castro, Ernesto-Che-Guevara tiveram mais fãs mais fanáticos em sua defesa no máximo da popularidade. Os 5% que eram contra Hitler são hoje considerados pela opinião pública alemã mais inteligentes, honestos e muitos deles mártires ou heróis.  
 


2012-06-26

NEO-surrealismo: fantasias revolucionárias ou filme trágico-cómico online?

Desde as últimas duas exposições de surrealismo que vi na Guarda muitas fantasias passaram pela minha cabeça: comprar uma velha carrinha e transformá-la na primeira obra de arte do NEO-surrealismo, depósito ambulante dos meus espetáculos, minhas experiências artísticas ou meu LNS=Lixo-NEO-Surrealista, … A minha roulotte num camping internacional... Um film que começa com imagens do abutre que espera a morte de uma criança para comê-la... ( Mais: ONU-W-GOV , FFF, NEO-SURREALISMO).
Imaginei que André Boto era o primeiro, (1), de uma série de artistas a aderirem a este movimento por concordarem com as minhas ideias da NEO-arte e NEO-surrealismo.
Imaginei converter André Boto a embaixador das minhas ideias para uma NUN=NEO-United-Nations ou NEO-ONU que podia salvar 6 milhões de crianças de morrer de fome ...
Se as minhas fantasias terminarem no lixo talvez algum realizador de cinema as aproveite para um filme trágico-cómico, com o que poderia ser o futuro do mundo com as minhas fantasias, ou se as minhas fantasias fossem mais populares daquele “surrealista” italiano que fez lixo a Roma com a sua “arte” das 500.000 bolas de plástico quando Itália era tristemente famosa no mundo pelo lixo de Nápoles, (Napoli), que cobria carros nas ruas e chegava às janelas dos primeiros andares de muitas casas, (2). Contra esta “arte” populista eu proponho uma arte de criatividade e inteligência coletiva para resolver os problemas em vez de os agravar.

(1) ANDRÉ BOTO / PHOTOGRAPHY

2012-06-25

Terrenos por cultivar, florestas, papel, publicidade e mortos de fome: Ideias para filme NEO-surrealista


Sonha que é um profeta com uma túnica branca onde tem escrito “FAÇAM OUTRAS LEIS OU ...” 
Está em cima de um barroco e aponta uma montanha dizendo: “Aqui se alimentavam várias famílias, dezenas de pessoas cultivando estes terrenos. Agora estão por cultivar ou alimentam uma floresta que tanto pode terminar num fogo como em pasta de papel para publicidade”.  
Esperava aplausos mas recebe uma chuva de tomates e ovos que transformam a sua túnica na primeira obra de arte do NEO-SURREALISMO. 
Acorda em Berlim abre a caixa do correio com mais de um quilo de papel com publicidade gratuita. Imagina os terrenos que podiam salvar mortos de fome financiados pelos contribuintes para terminarem naquela publicidade. Imagina florestas destruídas e mortos de fome porque alguns terrenos que podiam produzir alimentos são ocupados durante 30 anos com árvores para pasta de papel...
Um abutre espera a morte de uma criança para comê-la: http://www.youtube.com/watch?v=tKjmoy2EnPg . O autor destas fotos suicidou-se.
Gostaria de encontrar um realizador de cinema para um filme a estimular a criatividade e inteligência coletiva para resolver os problemas do futuro.
Mais em italiano: http://neo-machiavelli.ilcannocchiale.it/post/2205450.html .

2012-06-24

Diário de um missionário, artista, profeta, revolucionário ou falido?

Das 7 às 10 escrevi e coloquei online: “Fantasias para um filme, um eBook, peBooks, uma revolução, NEO-surrealismo-futuro ou lixo? ”.
Das 10 às 12 fechei o PC mas a minha cabeça continuou a trabalhar sobre o uso do meu tempo nos próximos momentos e no futuro:
DDD=Diário do diário, um domingo nos arredores de Berlim numa pequena casa com um grande jardim que se fosse meu transformava em meio de subsistência e salvar uma criança de morrer de fome, … Podia ter coelhos, galinhas e uma cabra para comerem a relva, ter ovos e leite fresco, … Vendia-os para a carne pois com uma arma a pressão de ar podia ter carne fresca para todo o ano com os pássaros que matava, … Imagino as leis de proteção de animais que infringia mas a minha consciência estaria tranquila porque ao matar animais salvava crianças de morrer de fome, … Imagino certos defensores de animais a criticarem-me ou pensar mal de mi, … Mas quantos não comem carne de animais torturados em jaulas com hormonas para crescerem depressa? Quantas crianças a morrer de fome porque muitos têm mais sensibilidade com animais do que com pessoas? Quantas leis são mais criminosas de certas ilegalidades? Quantas crianças a morrer de fome por culpa de certa legalidade e outras que se salvam de actividades ilegais mesmo de mafiosos?   
NJF=NEO-justiça-futura, um primeiro eBook, vários peBooks: “O GRANDE ADVOGADO-LADRÃO-MAFIOSO, (GGGA), e a impotência, vergonha ou vitória da justiça”, … Cartas confidenciais para APAV, MÁRIO SOARES, RESPONSÁVEIS DA JUSTIÇA EM PORTUGAL...
NUN=NEO-United Nations, NEO-ONU, necessidade de um governo global para salvar 6 milhões de crianças, (S6M) e tornar o mundo mais convivencial e o futuro melhor. 
NSF=NEO-surrealismo-futuro, …
Certos publicitários dizem que 97% dos falidos não projetam o futuro e os 3% de milionários eficientes seguem os seus conselhos de escrever detalhadamente os objetivos, meios e tempos de realização com muita perseverança.
Tornando públicos os meus projetos e sonhos estarei a dar um contributo para que se realizem com a colaboração da criatividade e inteligência coletiva? Ou a produzir spam de lixo pseudo-informativo?
Recordo Júlio Dinis, o meu escritor preferido, que quando foi acusado de dar pormenores sem interesse respondeu que nos pormenores de aparência insignificante se revelavam as personagens com as quais o leitor ganhava intimidade para se interessar às suas vidas.
Se nenhum dos meus projetos se realizar talvez este diário fique perdido online, teoricamente disponível para biliões de pessoas mas que terão outros interesses condicionados da publicidade, cultura, informação ou instinto de sobrevivência.

Fantasias para um filme, um eBook, peBooks, uma revolução, NEO-surrealismo-futuro ou lixo? (FFF, RRR, NSF)

Trabalho na edição de novo livro em italiano e inglês com o desenvolvimento do mesmo tema: TIL=time is life, tempo é vida, felicidade, saúde, longevidade, criatividade, inteligência, memória e mais do que dinheiro. Não é uma contestação radical da popular fórmula “time is money”, tempo é dinheiro, mas uma uma evolução do valor do tempo num contesto de ética para um futuro global.
Seria melhor dar prioridade a uma edição em português? Transformá-la em ponto de partida para outras edições? Ou a edição em português surgirá por último com o melhor das outras edições?
Um italiano vende por €45 um livro de menos de 100 páginas que promete ensinar a escrever um ebook de sucesso. Será verdade? Outro explica como começou o seu “império” com um “livro”, (eBook ou report), de 30 paginas escrito em 3 horas e uma newsletter para a sua promoção que demorou mais de 4 horas. Parece que a promoção o empenhou mais do que a criação do seu produto. Gastou milhares de euros em livros e cursos de copyright e publicidade antes das 4 horas a aplicar o que aprendeu. No primeiro dia vendeu 3 livros, no segundo 6 e seguiu-se uma multiplicação crescente... Mérito de 3 horas a escrever ou de horas e anos da publicidade? E se a publicidade contasse mais do produto? E se a Internet se tornasse num campo de batalha dos que querem vender e dos que se querem defender da publicidade? Os meus ebooks sobre o tempo, ética, publicidade e marketing com centenas de páginas e milhares de horas a escrevê-los não se vendem tanto como um livro escrito em 30 minutos porque escrevo pior, as minhas ideias são menos válidas ou não fiz publicidade? Um dia serão reconhecidos como revolucionários? Ou o que escrevi já foi ultrapassado?
Tenho a impressão de que estão a surgir muitos livros e ebooks sobre o tempo depois do meu. Parece-me que a maioria se concentra na diferença entre urgente e importante,  metodologias para organizar e economizar tempo. Creio que certos métodos podem funcionar para certas pessoas e falhar para outras. Estabelecer objetivos, escrever um programa de ação e persistir com rigidez a cumpri-lo pode funcionar para alguns. O meu pior desastre artístico resultou de um projeto errado no qual persisti com tempo e dinheiro por muito tempo. Há quem diga que altos objetivos podem conseguir-se se persistimos. Mas na minha vida algumas realidades ultrapassaram os meus sonhos e outros foram um desastre. A metodologia e persistência é muitas vezes inimiga da criatividade, intuição, trabalho inconsciente de adaptação ao presente e construir o futuro. Cada metodologia pode ter valor se adaptada a cada um com certa flexibilidade e contínua adaptação às novas situações. Há dois erros que cometi muitas vezes: não aprender dos exemplos passados ou “aprender demasiado”, tentar repetir experiências positivas que deixaram de funcionar noutras circunstâncias e evitar o que poderia ser positivo por estar condicionado ou traumatizado de uma experiência negativa do passado.
Parece-me que é moda atual de muitos publicitários mostrarem como são ricos com a publicidade. Procurando milionários encontro em primeiro lugar imagens de publicitários. Muitos falam de “finta” crise pretendem ensinar a tornar-se milionário fácil com publicidade. Contribuem a resolver a crise ou só para poucos com danos de muitos e mais mortos de fome? O tempo online é particularmente condicionado da publicidade. Com mais benefícios ou danos?
Procuro colaboração para promover um movimento artístico, cultural, filosófico, psicológico, económico e talvez político a que eu chamo NEO-SURREALISMO com a prioridade a estimular a criatividade e inteligência coletiva para um futuro melhor, mais convivencial, respeito do tempo dos outros e melhor utilização para bem da maioria, com ética global, respeito do ambiente com rrr=reciclo, reutilizo e renovo.
Imagino a minha velha roullotte transformada em sede deste movimento, com exposições pinturas, esculturas e obras de arte a estimular a criatividade para a reutilização de muitos objetos que vão para o lixo. Imagino que a melhor publicidade para um camping seria de promover este movimento.
Na TV alemã passou um documentário sobre os danos ecológicos e para a saúde do  plástico. Terminava com uma esperança de bio-plástico ou eco-plástico. Mas com quantos mortos de fome a mais? Quantos terrenos deixam de produzir alimentos para produzir matérias primas destes produtos? Não será melhor converter os publicitários para orientarem os consumos com menos desperdícios, modas ecológicas de reciclagem e menos lixo?
Na grande marcha de Mao morreram 81.000 dos 87.000 participantes. Só 6.000 sobreviveram. Vi na TV uma sobrevivente contar como viu os companheiros afundar no lodo, como se salvou com ajuda de um companheiro, depois condenado à morte por ter roubado qualquer coisa para comer. Chorou muito pela morte do companheiro que lhe tinha salvado a vida e desejou salvá-lo dando-lhe a sua ração de comida. Na justiça de Mao eram condenados à morte por roubar para matar a fome, na justiça de Estaline podiam ser condenados a 5 anos de trabalhos forçados por roubar um pão, na italiana pode ser arrestado pela segunda vez em dois anos por uma rapina, condenado a 3 meses de prisão por extorsão mafiosa, a 9 meses por repetição, mas se é um grande advogado pode roubar milhares de vezes pior de um pão para comer sem devolver nada nem ir para a prisão.
Muitas vezes penso enfiar uma túnica em que escrevo: “FAÇAM OUTRAS LEIS OU CAGUEM NAS LEIS MAS FAÇAM JUSTIÇA”. Imagino a minha marcha através dos meios de informação de meio mundo, com conferências, espetáculos e manifestações a pedir justiça. O que aconteceria se eu me recusasse a tirar a túnica enquanto um grande advogado ladrão mafioso não fosse condenado a pagar o que me deve e não tivesse liberdade restrita enquanto não pagasse?
O que diria Mário Soares se eu lhe perguntasse se esta minha marcha não pareceria mais justa da de Mao ou de Humberto Delgado?
Imagino um filme que começaria com imagens que vi muitas vezes na Internet em diversas montagens ou filmes de um abutre que espera a morte de uma criança para a comer. Cada 3 ou 5 segundos morre uma criança de fome. O nazismo matou 6 milhões de judeus. Hoje morrem 6 milhões de crianças com fome e causam menos escândalo, menos informação, menos preocupação. Muitos alimentos terminam no lixo. Muita fruta apodrece debaixo das árvores sem ninguém a recolher. Muitos terrenos podiam produzir alimentos em vez de estarem por cultivar ou subsidiados do estado para produzirem árvores para papel de publicidade ao consumo, moda e lixo do que passou de moda.

2012-06-19

Publicidade, publicitários, advogados, juízes, magistrados, NEO-publicidade, NEO-surrealismo, NEO-anarquia e NEO-justiça-futura

Num só dia uma pessoa em Berlim recebe na sua caixa do correio mais de um quilo de papel com publicidade gratuita.

Cada dois dias deve fazer 10 km de carro à sua segunda casa porque a caixa do correio fica cheia e pode perder correspondência importante por não caber dentro ou encontrar a casa assaltada porque a correspondência a sair da caixa do correio é sinal de que a casa está vazia.

Imaginemos as consequências sociais para o futuro do Planeta se este sistema de consumo se alarga aos novos ricos, aos outros continentes mais pobres.

Imaginemos um milhão de pessoas que recebe por dia esta quantidade de papel com publicidade: Quantas florestas destruídas? Quantos mortos de fome porque alguns terrenos que podiam produzir alimentos são ocupados durante 20 ou 30 anos com árvores para pasta de papel?

Esta publicidade economiza tempo? Ou orienta para a perda de tempo à procura do produto mais conveniente? Orienta para um melhor consumo? Para a melhor relação preço-qualidade? Ou com grande probabilidade de orientar para quem investe mais em melhor qualidade da publicidade do que do produto?

A publicidade do futuro com Internet substituirá grande parte desta publicidade? Com quais vantagens ou desvantagens em tempo, ecologia, ética social e qualidade de vida? Ou grande parte da publicidade deve desaparecer para dar lugar a melhor informação e outros sistemas de orientação do melhor consumo?

Eu penso que os publicitários e advogados do futuro devem ter em conta a ética e justiça global se querem ter prestígio e consideração. Os publicitários milionários ladrões do tempo e os advogados milionários ao serviço das piores injustiças dos piores mafiosos e criminosos serão a vergonha da publicidade e da justiça.

A publicidade persuasiva deve dar lugar à publicidade informativa, ética e social. Os peritos da publicidade persuasiva devem ter em conta o tempo e ética social do consumo. Os melhores publicitários serão missionários de um mundo melhor. As pessoas comprarão os seus produtos ou produtos que eles publicitarem pela confiança que merecem. Para isso os melhores publicitários não se vendem a quem paga mais mas a quem tem os melhores produtos, melhor relação preço-qualidade ou melhor utilidade social global.

Imagino a melhor fábrica de mesas para PC que financia uma obra de arte a estimular ecologia, ética e utilidade social que salva mortos de fome.

Imagino que serei recordado como fundador do NEO-surrealismo, um movimento económico, filosófico, cultural e artístico para um futuro melhor para todos. Ao contrario de Maquiavel, (Machiavelli em italiano), e da sua filosofia de certos meios a justificar certos fins locais do “principado”, certos meios justificam certos fins de utilidade social global superior.

Todas as leis locais ou nacionais passam a ter um valor relativo quando são confrontadas com interesses globais muito superiores para o mais elementar bom senso de justiça. Por isso eu considero-me um profeta de uma NEO-anarquia que não quer dizer ausência de leis mas valor relativo das leis dependentes de melhores hierarquias. Por outras palavras, grandes juízes em melhores hierarquias da justiça, mais e melhores magistrados com menos e piores advogados.

2012-06-13

Arte, Ecologia, Lixo, ArtEcLixo, loucura, Mário Soares, ONU ou NEO-ONU, (S6M, GGGA)


Parece que as últimas palavras de Nero foram: “Que grande artista se perde com a minha morte”. Há quem o considere um louco criminoso que deitou fogo a Roma para se divertir, fazer arte ou qualquer banalidade. E há quem diga foi um grande político e que essas acusações não passam de lendas inventadas pelos inimigos. De Berlusconi, Reagan, Humberto Delgado ou Mário Soares também constam muitas verdades e mentiras nas crenças populares. Imagino que naquele tempo as lendas ao gosto popular tivessem mais facilidade de ficar na história de certas verdades impopulares.

Enquanto visitava o museu da Guarda pensei nas minhas criações que estão em perigo de ir para o lixo e desaparecer para sempre. Para mi há mais arte no meu “lixo” de muito do que vejo em museus e exposições. Poucas noções são mais relativas do que a arte e seu valor. A arte está sempre em relação com emoções individuais ou coletivas. Muitos dos chamados grandes artistas da História eram desconhecidos no seu tempo, considerados menores ou mesmo renegados.
Sonho colaborar com artistas para obras coletivas de NEO-arte, NEO-surrealismo, arte ao serviço de mensagens de ética para uma melhor convivência global ao mesmo tempo que diverte e estimula a criatividade e inteligência.

No escritório do advogado vi a fotografia de Mário Soares na capa da revista OA, Ordem dos Advogados. Li o seu empenho em defesa de Humberto Delgado. Imaginei que se empenhava moralmente e politicamente pelo meu caso do GGGA=ADVOGADO-LADRÃO-MAFIOSO=Grande Advogado, Grande Ladrão e Grande Mafioso. O meu advogado mostrou-me os papeis das diligências judiciais para o encontrar. Pode estar a exercer a profissão de advogado em qualquer parte do país ou no estrangeiro sem dar a morada? Sem poder ser notificado de uma condenação a prisão e pagar-me ao menos o que me roubou?

Imagino que o Dr. Mário Soares se interessava por uma reforma da justiça com a prioridade a métodos lógicos e eficiente para condenar estes ladrões a indemnizar as vítimas pelos danos mais os custos da justiça.

Imagino que a ONU ou uma NEO-ONU salvava milhões de vítimas com uma melhor justiça.

2012-06-12

SPAM, no-SPAM, PRO-SPAM: spamer procura vítimas cobaias dispostas a sacrificar-se para a historio do futuro online

Muitas vezes encontro ofertas "se divulgar esta página a um minimo de ... amigos".Com medo de causar um dano pelo tempo roubado com spam não dou o email dos amigos, salvo se creio che posso causar mais bem do que mal. 
Tenciono publicar um ebook em português com o melhor de dois que publiquei em italiano, (1) e ofereço antecipações a "vítimas cobaias" de uma experiência que tenciono incluir no novo ebook: dão-me autorização de incluir os emails em algumas dessas ofertas e depois dizem-me só tiveram beneficios ou danos. Se deseja participar a esta experiência mande um email para piresportugalhotmail.com (=@) com a palavra spam no assunto.


(1)

2012-06-10

Surrealismo de André Boto e NEO-surealismo na fantasia de um artista, intelectual, profeta-LCG, revolucionário, missionário ou ...?

Ontem visitei a exposição de SURREALISMO por André Boto. Deixei um pequeno comentário mas com grande significado: “ESPETACULAR”. Firmado com o meu nome artístico: Serip. Artista de outras artes mas com velhas pretenções artísticas na fotografia. Em fotografia espectacular, que se impôe pelo que é e não porque foi assinada por Picasso. Fiz fotografia erótica das maiores belezas que conheci a fazer strip-tease nos night clubs onde trabalhei e me divertia a fotografar modelos que me pagavam pelas minhas fantasias eróticas dos seus corpos em espinhos, lagos, flores, jardins, feiras, florestas ou esculturas do local. Fiquei com algumas das melhores, fiz duas exposições que passaram despercebidas com qualquer referência a “mulheres nuas”. As mulheres nuas de pernas bem abertas a mostrar o "nascimento do mundo" podem ser arte se são feitas de um nome famoso. Mas a mesma obra se em vez de firmada por um famoso artista é firmada de um desconhecido artista de night-clubs pode ser considerada pornografia.
A pior destas fotografias de André Boto valeu para mi mais de toda uma exposição do chamado “mais famoso surrealista de Portugal”, “expoente do surrealismo português”. Imagino que 99% das pessoas mais normais e que não estudaram arte, que não foram sugestionadas do que é ou não é arte, apreciariam mais uma minha exposição de NEO-surrealismo do que a exposição do “mais famoso surrealista de Portugal”.
Imaginei uma semana de “Arte, artistas, espectáculos, divertimentos e criatividade” na cidade da Guarda com artistas famosos e revelação de desconhecidos votados por um público que não foi sugestionado dos estudos de arte para a poder apreciar. A arte deve impor-se por si própria, por agradar, divertir, comunicar mensagens importantes para o momento e não porque é firmada por um nome que pode até ter criado boas obras e outras com menos valor das minhas que já foram ou irão para o lixo.

2012-06-06

SAÚDE e MEDICINA NATURAL: O chá de alecrim cura caroços, ( quisto limfático), e queda do cabelo?

Dizem que o chá de alecrim cura caroços, ( quisto limfático), é bom contra a queda do cabelo, etc.? Será verdade? Quantas receitas caseiras se estarão perdendo?
Imaginei um blog, sito ou fórum para a recolha destas receitas populares, verificação e aprovação ou desmentida com a colaboração de médicos e especialistas. Alguém quer colaborar?
Agradeço um comentário de quem sabe a certeza desta receita ou conhece outras a deixe . Obrigado. 

LIXO-ARTE, lixarte, lixecarte, LEIS-INJUSTIÇA-IMORALIDADE-ESTUPIDEZ, NEO-SURREALISMO e NEO-anarquias

Num pequeno aglomerado rural de 5 famílias onde quase tudo era ilegal mas todos muito honestos e bons, um artista comprou um deposito abandonado em ruínas para o transformar em DLA=DEPOSITO-LIXO-ARTE. Um depósito do que todos chamavam lixo e ele considerava arte. Tentou legalizá-lo para o reconstruir adaptado à sua finalidade, livre de ladrões, chuva e ratos. Mas a legalização ficou a meio porque custava em termos de tempo e dinheiro mais da reconstrução. Não tendo tempo e dinheiro para tudo preferiu uma construção ilegal para salvar o seu LAN=lixo-arte-NEOsurrealismo.
Itália tinha 600.000 construções ilegais. Alguns dos mais estúpidos políticos queriam destrui-las todas, metendo no mesmo saco a segunda, terceira ou quarta vivenda do grande mafioso com a do pobre artista que constrói um depósito e o transforma em habitação de sobrevivência. Os mais estúpidos, injustos e imorais políticos e magistrados italianos destruíram hotéis de luxo por uma pequena ilegalidade, destruíram casas por faltar qualquer estúpida legalidade e deixaram pobres morrer ao frio nas ruas de Roma. Quase uma media de um morto por dia nos dias mais frios. Se os políticos e magistrados fossem mais inteligente e com mais bom senso de justiça não podiam alojar aqueles mortos ao frio nos hotéis e casas que destruíram? Hotéis que funcionavam só nos 5 meses mais quentes foram destruídos. Com inteligentes proprietários, políticos e magistrados aqueles hotéis podiam servir para evitar os mortos de frio no inverno e dar lucro para todos no verão. O político mais inteligente, criativo, eficiente, pragmático e com mais bom senso da história política de Itália tentou legalizar as construções ilegais com métodos simples, evitando a destruição, aproveitando o que se podia e com altas multas sobretudo para os novos. Mas como não é um ditador não conseguiu impor a sua vontade e continuaram a destruir o que podia salvar mortos ao frio. Este político, Berlusconi, é muito mais conhecido no mundo por Ruby do que pela sua inteligência, eficienza, pragmatismo e bom senso.
Passados 15 anos chegou a legalidade ao DLA=DEPOSITO-LIXO-ARTE: uma multa de mais de metade do valor ou legalização que custa o dobro do valor. O artista sem dinheiro para comer e muito menos para multas e legalidade deu o seu DLA=DEPOSITO-LIXO-ARTE, deu-o a quem lhe deixasse estar o seu lixo-arte em vida e se ocupasse das multas ou legalidade. Só por favor esta doação foi aceite. Esperava tornar-se um pouco mais famoso de Van Gogh em vida, transformar o seu lixo em arte, fundar o NEO-SURREALISMO e NEO-anarquia, para promover outra arte e cultura que estimule a criatividade e inteligência coletiva para novos valores mais humanos, salvar os mortos ao frio antes de destruir casas ilegais como o seu DLA=DEPOSITO-LIXO-ARTE.
Certas elites de certas legalidade exigem uma janela de vidro em vez de uma porta de ferro. Elites da legalidade ou da estupidez? Porque razão num pequeno aglomerados de 5 famílias rurais perdido no interior devem chegar leis a impor vidros em vez de ferro? Porque razão no centro da cidade da Guarda, ao lado da Sé catedral, podem estar casas abandonadas que são uma vergonha para os turistas e num perdido aglomerado rural impõem uma janela de vidro em vez de uma porta de metal num depósito de lixo-arte? Uma criança pode mandar um bola e partir um vidro. Quem vive ali pode recompor o vidro partido. Para quem está longe pode ser um desastre: entrar água e destruir um tesouro.
Imagino uma NEO-arte a estimular a criatividade e inteligência coletiva para o bom senso da política e da legalidade, uma NEO-anarquia onde o bom senso político e da justiça conte mais de certas leis.
  Mais: http://onu-w-gov.blogspot.pt/2012/06/fantasias-para-elites-culturais-da.html  ,
http://onu-w-gov.blogspot.pt/search?q=surrealismo .

2012-06-04

Fantasias para elites culturais da Guarda, para a história do futuro NEO-SURREALISMO ou para mais um Livro de Rui Cardoso Martins?

O surrealismo é a minha arte preferida. 
Enquanto via a exposição “VISTO A ESTA LUZ” de MÁRIO CESARINY. tive uma ideia: inventar um NEO-surrealismo. Aproveitamento do meu "lixo" para criar arte e salvar crianças de morrer de fome. Pensei mas minhas invenções e criações que eu considero arte e outros consideram lixo. Tenho material para encher um TIR em Itália que pode terminar no lixo em breve. Naquele lixo está parte do material de suporte das minhas criações “artísticas” que me valeram 15 prémios internacionais de magia. O meu "lixo" no palco torna-se parte de uma obra de arte.
Antes de ser artista de espetáculos fui artista de desenho e escultura sem aprender. Aos 8 ou 9 anos era sem dúvida considerado o melhor artista da escola. Se desenvolvesse essas capacidades talvez hoje fosse um artista famoso. Ou desenvolvendo a partir de agora outras capacidades posso ainda tornar-me mais famoso como artista NEO-surrealista do que fui como ilusionista?
Enquanto via as obras de Mário Cesariny imaginei a minha exposição de NEO-surrealismo, com uma semana de workshops, conferências e outras atividades de criatividade e inteligência coletiva para uma Guarda melhor.
Imaginei ESPAÇOS PÚBLICOS decorados por mi com a colaboração de outros artistas.
Imaginei jantares com magia, conferências e workshops... Poderia ser uma semana que marcaria o início de uma nova arte: NEOsurrealismo ou NEO-surrealismo. Poderia ser uma revolução na minha vida. Ou pode ser mais uma das minhas fantasias para o lixo. Ou para o Rui Cardoso Martins transformar em outra obra artística literária, (1).
Imaginei uma exposição de fotografia erótica NEO-surrealista... De quando trabalhava entre strip-teases e as fotografava, ... Outra de imagens, colagens e mensagens … de LixArte ou LixEcArte, lixo ecologia e arte para salvar mortos de fome …
    (1) Rui Cardoso Martins teve o maior prémio literário de 2009 com o livro “Deixem Passar o Homem Invisível” em que o terceiro personagem por importância é Serip, com muitas das minhas ideias e fantasias de forma romanceada.