2012-06-04

Fantasias para elites culturais da Guarda, para a história do futuro NEO-SURREALISMO ou para mais um Livro de Rui Cardoso Martins?

O surrealismo é a minha arte preferida. 
Enquanto via a exposição “VISTO A ESTA LUZ” de MÁRIO CESARINY. tive uma ideia: inventar um NEO-surrealismo. Aproveitamento do meu "lixo" para criar arte e salvar crianças de morrer de fome. Pensei mas minhas invenções e criações que eu considero arte e outros consideram lixo. Tenho material para encher um TIR em Itália que pode terminar no lixo em breve. Naquele lixo está parte do material de suporte das minhas criações “artísticas” que me valeram 15 prémios internacionais de magia. O meu "lixo" no palco torna-se parte de uma obra de arte.
Antes de ser artista de espetáculos fui artista de desenho e escultura sem aprender. Aos 8 ou 9 anos era sem dúvida considerado o melhor artista da escola. Se desenvolvesse essas capacidades talvez hoje fosse um artista famoso. Ou desenvolvendo a partir de agora outras capacidades posso ainda tornar-me mais famoso como artista NEO-surrealista do que fui como ilusionista?
Enquanto via as obras de Mário Cesariny imaginei a minha exposição de NEO-surrealismo, com uma semana de workshops, conferências e outras atividades de criatividade e inteligência coletiva para uma Guarda melhor.
Imaginei ESPAÇOS PÚBLICOS decorados por mi com a colaboração de outros artistas.
Imaginei jantares com magia, conferências e workshops... Poderia ser uma semana que marcaria o início de uma nova arte: NEOsurrealismo ou NEO-surrealismo. Poderia ser uma revolução na minha vida. Ou pode ser mais uma das minhas fantasias para o lixo. Ou para o Rui Cardoso Martins transformar em outra obra artística literária, (1).
Imaginei uma exposição de fotografia erótica NEO-surrealista... De quando trabalhava entre strip-teases e as fotografava, ... Outra de imagens, colagens e mensagens … de LixArte ou LixEcArte, lixo ecologia e arte para salvar mortos de fome …
    (1) Rui Cardoso Martins teve o maior prémio literário de 2009 com o livro “Deixem Passar o Homem Invisível” em que o terceiro personagem por importância é Serip, com muitas das minhas ideias e fantasias de forma romanceada.

Sem comentários: