2011-06-30

Tempo, relações pessoais e virtuais e on-line: Perto de quem está longe e longe daqueles está perto, (TIL, ELP, EPM)

Uma publicidade às novas tecnologias mostra um jovem num jardim público com o seu PC, uma jovem que se senta ao lado, olha-o com ar de quem quer estabelecer um diálogo, mas ele está ocupado comunicar com alguém muito longe e não vê quem está por perto.

Recordo as viagens de outros tempos no comboio em compartimentos que se tornavam em diálogo de grupos. Agora uns escutam a sua música, outros jogam, trabalham ou comunicam com o pc e telemóvel.

Imagino que surgirão muitos estudos a tentar provar os benefícios ou malefícios.

Mas o mais importante será o bom senso de em cada momento cada um decidir como organizar e ocupar o seu tempo.

As tradicionais boas maneiras darão lugar à "netiquette" ou comportamentos éticos, deontológicos e morais online.

As leis e normas locais ou nacionais nem sempre correspondem ao melhor aproveitamento do tempo com as novas tecnologias globais.

A ONU ou uma Neo-ONU criada especialmente para gerir as novas tecnologias e inventar novas normas de comportamento poderá ser de grande utilidade para o futuro.

2011-06-29

ETT=extraterrestre turista na Terra, fantasias, auto-sátira, criatividade, … (VIAS, CIC, IFG, PAD, P49)

ETT=extraterrestre turista na Terra é uma personagem de fantasia a parodiar projectos e ideias do momento. Gonçalo M. Tavares disse no "Café Desconcerto" que alguns dias escrevia a grande velocidade até 25 páginas que depois de alguns anos podiam ser reduzidas a uma só frase de um livro. Curioso que quando escreve as melhores ideias a grande velocidade dá muitos erros de ortografia que depois corrige. Penso que a criatividade é uma faculdade que pode absorver energias mentais que faltam para outras actividades como memória, ortografia, racionalidade prática. Dizem os teóricos da criatividade que não se deve ter medo de pensar loucuras ou ideias que vão contra o bom senso geral. ETT é uma personagem deste blog para escrever sem censura, com outras personagens de fantasia a fazer sátira sobre os meus projectos ou ideias.

O ETT deu uma volta à terra e viu o que muitos terrestres não viam. Disfarçou-se de ser humano e tomou o combóio como qualquer mortal. Passeou num lindo jardim cheio de flores e recordou os 6 milhões de mortos de fome que acabara de ver lá do alto. Malditas flores – pensou para consigo. Quantos mortos de fome se salvavam se cultivassem batatas, cereais ou frutas em vez de flores? Abriu a posta electrónica e encontrou o email de um desconhecido a acusá-lo de ser um monstro que não se lembrava de mandar flores a sua mulher no dia do seu … Era verdade, tinha esquecido. Era demasiado ocupado com salvar os 6 milhões de mortos de fome para se lembrar … Estava demasiado ocupado em criar um cartão de visita electrónico que servisse de apresentação para as suas "comeetcic" uma espécie de mini-conferência, uma espécie de meeting, encontros de criatividade e inteligência colectiva.

Telefonou ao PAD e enquanto escutava a resposta ao seu pojecto pensou a Berlusconi. Uma longa história que dará certamente um e-book, talvez um livro, um blog, um filme ou uma revolução moral da política, justiça, jornalismo, cultura e opinião pública: GIB=grande inteligência de Berlusconi.

P49 revelou-lhe a última descoberta da medicina: "A vida é uma doença grave, incurável, sexualmente transmissível e termina irremediavelmente na morte". Ambos riram mas o tom mudou quando lhe perguntouhe o que faria hoje. Respondeu-lhe que preparava um CMC, abreviatura de um "comeetcic" uma espécie de mini-conferência, uma espécie de meeting, encontros de criatividade e inteligência colectiva... Ainda ele estava a explicar o que queria fazer e já ela tinha mudado o tom da voz de suave para agressiva: "Não te metas… Tu vives kilómetros acima das nuvesns…" 

Ele recordou o romance "Três Passos Sobre o Céu" que na primeira edição só vendeu 600 exemplares e 14 anos depois 3 milhões. Certas obras de arte têm o seu tempo, alguns artistas foram profetas pobres falidos no seu tempo e fizeram fortuna dos herdeiros.

(Nota: algumas ideias são a continuidade de VIAS=voluntariado internacional de acção social (PROJECTO EM ESTUDO), CIC= criatividade e inteligência colectiva, IFG=inventar futura da Guarda …)

2011-06-27

Criatividade e inteligência colectiva para inventar o futuro da Guarda, (CIC, IFG, TIL, ELP, PPP)

Desde que nascemos inicia um processo de crescimento das nossas faculdades que condicionarão o nosso futuro e da sociedade. Cada minuto que passa há uma faculdade que pode ser mais desenvolvida e outra atrofiada. O factor mais importante é o tempo que dedicamos a cada actividade, jogo, divertimento, trabalho, obrigações, trabalho e repouso. Mesmo quando dormimos o nosso cérebro continua a trabalhar e a organizar as informações ou emoções do dia. O tempo e como o utilizamos torna-se assim o valor dos valores, condicionante das nossas capacidades para a nossa vida e da sociedade onde vivemos.

A Internet e as novas tecnologias permitem economizar, perder ou ocupar muito tempo de forma diferente condicionando o desenvolvimento diferente das capacidades das gerações do futuro.

Creio que a grande alteração será a prioridade à criatividade e inteligência deixando para segundo plano a memória, ao menos para muitas pessoas e muitas ocupações. As novas tecnologias proporcionam em segundos muitas informações que antes deviam ser memorizadas. Imagino que este facto permite orientar muito do nosso tempo para outras faculdades, nomeadamente a criatividade e inteligência.

As mudanças contínuas de um progresso sempre mais rápido exigem mais criatividade e inteligência para adaptação às novas situações. As novas tecnologias permitem a colaboração colectiva, trabalho de casa, estar perto dos que estão longe e longe dos que estão perto. Com as novas tecnologias tudo é diferente mas dificilmente será possível saber o que é melhor ou pior. 

Proponho uma experiência com um encontro aberto a todos os que queiram participar: Em 15 minutos tentarei apresentar uma selecção das melhores ideias sobre criatividade, inteligência e trabalho em grupos. Diversos grupos de 3 a 9 pessoas formados com diferentes métodos tentarão pôr em prática as técnicas dos mais famosos especialistas da criatividade com a tentativa de inventar outros. Os resultados desta experiência passarão para Internet tornando-se património para a Guarda ou para o futuro. Se esta experiência for filmada e divulgada online poderá ser a primeira de outras que tenciono fazer noutras partes do mundo. Seria interessante se fotografassem ou filmassem certas partes da cidade no melhor e pior para se poder tirar ideias e sugestões ou conclusões dos resultados para o futuro. 

(CONTINUAÇÃO DE:  Criatividade e inteligência colectiva, (CIC), para a política local, cultura, formação, informação, jornalismo e opinião pública )

Mais:

CIC= criatividade e inteligência colectiva,

TIL=time is life, tempo é vida,

ELP=eletronic-learnig-press, aprender jornalismo electrónico-digital do future,

PPP=prioridade-principal-Pires.


Criatividade e inteligência colectiva, (CIC), para a politica local, cultura, formação, informação, jornalismo e opinião pública

Proponho uma mini-conferência de 15 minutos seguida de "wokshop" com trabalho em grupos de forma experimental sobre criatividade e inteligência colectiva para o futuro da Guarda.

Seria interessante se este encontro fosse filmado para ficar como documento histórico dos resultados da criatividade e inteligência colectiva na transformação do futuro.

Quem quiser colaborar pode deixar um comentário, forma de contacto ou mandar um email para piresportugal@hotmail.com .

 Pires (Serip), tel.: 911715525.

2011-06-26

João de Deus, Pires, Serip, PiresPortugal, Neo-Machiavelli, VIAS, CIC, PEB, TIL, S6M, GIB, RNM, NAF, GBM, ELP,


Enviei um e-mail colectivo a propor ideias de voluntariado, (VIAS), mas só recebi uma resposta a pedir-me de fazer magia no encontro dos antigos alunos do seminário de Gouveia. Eu só penso ao antes e depois do "Serip magic shows", mas continuo a ser solicitado pela magia e recordado pelo que fui, um dos melhores de Europa em magia cómica com 16 prémios internacionais. Tudo isto me parece uma história do passado. Hoje penso que no máximo dedicarei à magia parte do meu tempo dos próximos dois anos para deixar um testamento mágico ao serviço do voluntariado. Hoje estou a pensar dedicar algum tempo a uma tournée de conferências sobre biologia, psicologia e filosofia da magia com o título "GBM=GOOD BYE MAGIC" "ADEUS À MAGIA", "ARRIVERDECI MAGIA". Pode ser que com essas conferências recolha dinheiro com mais interesse de um voluntariado precipitado que não seja bom para mim nem para "vítimas" de boa vontade mas mal feita.

Creio que um dia serei  mais conhecido pelos nomes PiresPortugal, (nome literário online) e Neo-Machiavelli, (só para escritos em italiano), associado a certas abreviaturas, (VIAS, CIC, PEB, TIL, S6M, GIB, RNM, NAF, GBM, ELP, ...) do que por Serip,(nome artístico só para espectáculos de magia).  

Quem quiser ver alguns dos meus melhores espectáculos online pode seguir estes links:

Magia cómica: http://www.youtube.com/watch?v=S_Yg93ImBrU&NR=1

http://www.youtube.com/watch?v=yEpQWw5yx6c

http://www.youtube.com/watch?v=tunMwc-u7E4&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=tfI4t6os520&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=8WmuTnW0ElY&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=lD2JQLe1Lsk&feature=related

Manipulação, moedas, cigarros,…:

http://www.youtube.com/watch?v=IfzSstg1jCw&feature=related

Aladino no tapete voador:

Serip-magic-shows6-aladin-colle-don-bosco.avi

ALADINO NEL TAPPETO VOLANTE, SERIP, mago ...

 YouTube - Serip-magic-shows4-aladin-hotel-lisboa-close-up.avi

serip magic shows aladdin flying carpet »

YouTube - Serip-magic-shows6-aladin-colle-don-bosco.avi www.youtube.com/watch?v=zNLfQATCZgc

Serip-magic-shows3-aladin-hotel-lisboa.avi

Mais: SERIP, "Serip magic shows"  .

 Italiano: SERIP MAGIC

GIB=GRANDE INTLIGÊNCIA DE BERLUSCONI, a coisa da Saramago, as coisas das PIP=picolas-inteligências-parciais, tempo, trabalho, divertimento e "TANTA VIDA" (TIL, S6M, PAD, FFF)

-Estou a escrever  um livro que poderá ter o título: GIB=GRANDE INTLIGÊNCIA DE BERLUSCONI.

-Só se for em forma satírica, sarcástica e depreciava. O melhor de Saramago é quando fala de Berlusconi dizendo "aquela coisa".

Assim começou um dia que ficará na história da minha vida. Terminou numa segunda sardinhada e a dançar com uma música que dizia "As mulheres têm uma coisa…"

O que me passou pela cabeça num dia iniciado às 4h20 e terminado muito depois da meia noite dava vários filmes. Berlusconi diz que trabalha cerca de 18 horas todos os dias menos um ao mês que faz uma festa privada para se divertir e poder trabalhar melhor nos outros dias.

No anterior encontro dos antigos alunos do seminário de Gouveia em que participei, eu fui o único a opor-me a um projecto do Damas de escrever um livro sobre os antigos alunos do seminário de Gouveia. Ontem encontrei o livro "TANTA VIDA" em primeiro plano nas conversas privadas e públicas. Pensei que o Damas teve razão. Imagino que eu tinha a minha razão económica mas as grandes obras nascem de idealismos onde "O CORAÇÃO TEM RAZÕES QUE A PRÓPRIA RAZÃO DESCONHECE". Parece-me evidente que se o "trabalho" de todos os que participaram ao livro fosse pago nunca se pagaria as despesas. Mas quando disse ao Damas que tinha "perdido" muito tempo ele corrigiu dizendo "OCUPEI MUITO TEMPO. NÃO O PERDI. TIVE MUITO PRAZER NO QUE FIZ. Recordei o ditado:"QUEM CORRE POR GOSTO NÃO SE CANSA". Imagino que se Berlusconi não tivesse prazer no que faz não trabalharia 18 horas todos os dias. Imagino que muito trabalho de Berlusconi é uma forma de divertimento e não só no sentido popular que muitos imaginam. Se é verdade que com 74 anos trabalha cerca de 18 horas todos os dias do mês menos algumas horas de divertimento, ou tem uma grande capacidade de trabalho ou aprendeu a divertir-se trabalhando.

Imagino um filme com Berlusconi, a "coisa" de Saramago, … e as minhas ideias sérias mostradas em forma de divertimento, …

Recordo um PAD=poeta-artista-dirigente que me parecia uma contradição como a de Berlusconi: os poetas e artistas têm em geral mais fantasia do que pragmatismo, mais inteligência emocional do que prática; para Saramago Berlusconi nunca poderia ser presidente de um país; para mim o projecto do Damas não poderia ser rentável. Mas os valores são sempre relativos. E a inteligência emocional pode superar a inteligência matemática, prática e racional.


O monstro que odeia as flores e acusa o Papa do maior crime contra a Humanidade: argumento para um filme de auto-sátira, (FFF, S6M, BBR)

O monstro levantou-se muito cedo depois de várias horas sem dormir às voltas na cama. Tinha um encontro marcado com uma personagem misteriosa que não sabia se era branca ou negra. Não era a cor da pele que lhe interessava mas imaginava que fosse negra nascida e crescida em África seria muito diferente de nascida e crescida na Europa. Diferente mas não necessariamente melhor ou pior. Só sabia que era uma personagem importante do voluntariado em Moçambique. O monstro tinha sentido dizer que aquele personagem era um guru da cura da depressão com o voluntariado. Era aquilo que ele precisava. Muitos faziam voluntariado por altruísmo. O monstro queria fazer voluntariado por egoísmo, para curar a sua depressão. A morte de 6.000.000 crianças de fome ou 6.000.001 interessava-o menos de curar a sua depressão. Tinha uma depressão muito particular que ainda não constava nos livros de medicina, psicoterapia e saúde mental. Ele chamava-a DPN=depressão-positiva-negativa, DBM=depressão-boa-má, DAO=depressão-amor-ódio ou DCR=depressão a corrente alternada. Sonhava que uma destas abreviaturas entraria na HSM=história-saúde-mental. Nas noites de insónia virava-se para um lado e sonhava acordado no ódio do passado e futuro. Virava-se para outro e invertia a corrente. Tinha pensado que a felicidade seria só a corrente positiva. Mas seriam coisas do diabo: não conseguia.

Entrou no comboio às 5 da manhã. Percorreu-o e encontrou só o maquinista que era também o cobrador de bilhetes e um negro. Estava em corrente positiva, sorriu para o negro e sentou-se em frente. Viu da outra parte corrente positiva e perguntou-lhe de onde era. Era de Timor. Trabalhava de jardineiro de uma rica família. O monstro não deu pelo passar da viagem enquanto falava com ele. Estava em corrente positiva e o seu interlocutor devia ter pensado que era uma pessoa normal. Mas o único companheiro de viagem saiu uma estação antes do seu curto destino e a corrente virou em negativo. Apreciou as novas tecnologias que lhe mostravam a próxima estação: era a sua. Mas virou corrente quando leu: "Parabéns por ter escolhido um meio de transporte ecológico e amigo do ambiente". Estava a viajar num comboio que poderia transportar centenas de pessoas, toneladas para transportar um cliente de 70Kg que pagara um bilhete de €4 e chamavam àquilo transporte ecológico amigo do ambiente? Quantos mortos de fome se alimentavam com a energia para aquela sua viagem? Ou quantos mortos de fome se salvariam com o resultado da sua viagem?

Chegou à estação de destino e encontrou um silêncio absoluto. Queria perguntar a alguém se o seu destino era para a direita ou esquerda mas ainda todos dormiam. Sentou-se na sala de espera e abriu o livro de viagem: "Até ao ano 2018". Tinha sido escrito em 1972 a fazer previsões para os próximos 50 anos. Leu o título "TONELADAS PARA TRANSPORTAR KILOS" e pela sua mente passou o letreiro: "Parabéns por ter escolhido um meio de transporte ecológico e amigo do ambiente". Passou ao capítulo da população e mortos de fome, recordou as polémicas e escândalos por causa do Papa ter falado dos preservativos.  Nisso defendia o Papa. O Papa tinha dito que a questão  fundamental não era o preservativo mas … e os meios de informação mundial fizeram um grande escândalo por uma banalidade como a de Berlusconi e Ruby. Não fizeram escândalo naquilo que escandalizava verdadeiramente o monstro: 6.000.000 de crianças a morrer de fome, 1.600.000 órfãos só em Moçambique e 50.000 famílias à espera de poder adoptar uma criança só em Itália.  Se o Papa, Vaticano, bispos, padres e católicos que fizeram campanhas contra adopções de quem não é casado pela Igreja invertessem a corrente e promovessem adopções de solteiros, homossexuais e todos os que querem filhos haveria menos animais domésticos, mais alguns "pecados" para a moral católica tradicional mas salvavam-se 6.000.000 de crianças que poderiam ser adoptadas. Levantou-se para descarregar a tensão da revolta que sentia dentro, foi passear no jardim da estação. Mas aquele jardim bem tratado com muitas flores muito bonitas parecia-lhe um punho no estômago ao pensar que em vez de flores se podiam cultivar algumas batas e salvar mortos de fome…