2013-05-28

Janelas no PC de publicidade: utilidade social ou crime-legal por perda de tempo e dinheiro?

Um programa tem uma publicidade tão bem feita que me levou a instalá-lo sem dar-me conta. Antes do download de um programa gratuito útil para o meu PC aparecia a mensagem: “Antes de fazer o download … é conveniente...” Bastou um cklik para aparecer sempre no meu PC uma grande janela com a promessa de economia tempo e otimização … Depois de fazer-me perder algum tempo com a abertura de uma janela sempre que ligava o PC, resolvi verificar: anunciou-me dezenas de erros e a promessa de reparação pagando um certo dinheiro. Se fosse verdade o que prometia podia ser um pequeno investimento para economizar tempo num valor muito superior. Mas ao contrário do que dizia a publicidade e muitos testemunhos online, (talvez pagos pela companhia), o meu PC passou a ser mais lento na abertura e apareceram novas janelas a pedir para pagar mais por outro programa para resolver outros erros. Pedi o dinheiro de volta, desinstalei o programa e o meu PC voltou a funcionar mais rápido, quase como antes da instalação e desinstalação. Cada processo de instalação e desinstalação de programas deixa sempre resíduos que retardam o bom funcionamento. Se isto que se passou comigo se passar com milhares ou milhões de utilizadores não é um crime-legal com enormes danos para a sociedade pelo tempo que faz perder a milhares, milhões ou biliões de utilizadores de Internet? Não pode causar danos astronômicos superiores a muitos crimes que são condenados com a prisão? Suponhamos que faz perder mais tempo e dinheiro com mais efeitos negativos do que positivos. Quantos danos astronômicos para a sociedade? Suponhamos que um péssimo programa que investiu mais em publicidade do que em qualidade faz concorrência a um bom programa que investiu mais em qualidade do que em publicidade. Suponhamos que online aparece primeiro o péssimo e só depois de dezenas ou milhares de resultados dos motores de busca aparece o melhor. Quantos danos económicos para a sociedade atual e futura?
Online todos podem dizer as mentiras que querem, raramente são punidos, muitas vezes são premiados os que mais investem dinheiro e tempo em publicidade a enganar o consumidor convencendo-o a gastar o seu tempo e dinheiro com o pior.
Não recordo o que fiz há muito tempo com um outro programa que continua a abrir janelas sempre que navego online. Já perdi muito tempo e fiz perder a amigos para me ajudarem mas não consigo eliminar a aparição destas janelas. Se o meu tempo e de meus amigos para eliminar este disturbo fosse pago ao preço de mercado custaria centenas de euros. Um técnico de PC com menos formação do que eu pode ganhar €50 por hora a Berlim. O meu tempo pode equivaler a dezenas de horas para fechar estas janelas sempre que se abrem. São legais? Se são legais não será um crime-legal pelo tempo que rouba e danos sociais?
Um governo global para as novas tecnologias da ONU ou NEO-ONU a punir a mentira online com multas ou descrédito podia receber dinheiro para salvar milhões de crianças de morrerem de fome e contribuir para economizar tempo e dinheiro da sociedade atual e futura.
O tempo é o valor mais precioso e menos tido em conta pelas velhas legislações tradicionais, velhas políticas, velha informação e sobretudo pela publicidade tradicional. Imagino que o tempo e o seu melhor uso pode ser o argumento do século. Um ebook com o melhor de muitos dos melhores autores sobre o tempo pode tornar-se uma revolução das novas tecnologias e da sua utilidade social.

2013-05-27

Criatividade e inteligência coletiva para um futuro melhor online: ganhar, ensinar e aprender de casa com ética e utilidade social?

Sonho criar um grupo internacional com uma missão: Ganhar dinheiro, ensinar e aprender online com ética e de utilidade social.
Alguém tem ideias e quer colaborar a inventar empregos de usar as novas tecnologias para trabalhar de casa em colaboração com outros? Escrever um ebook com o melhor da experiência de cada um e divulgá-lo através de um blog, redes sociais, comentários online? Alguém quer colaborar a um ebook coletivo e blog sobre “TIL=time is life, TEMPO É VIDA”? Ou sobre Ganhar dinheiro, ensinar e aprender online com ética e de utilidade social? ... 
Selecionar as relações online com elites de elevada ética, moralidade e utilidade social, divulgar e colaborar participando nos lucros de afiliações?
Editora online de obras coletivas com a colaboração de elites de ética, moralidade, bom senso de justiça e utilidade social?
Premiar os melhores e converter ou excluir os piores será a forma de melhorar o futuro online.
A primeira manifestação de ética está no respeito do tempo dos outros online. Para isso é importante a exclusão da mentira e a prioridade ao mais importante. A publicidade sem ética, com engano e perda de tempo tenderá cada vez mais a tornar-se repelente e inútil. Ganhará quem a combater e tiver confiança merecida do público pela verdade, honestidade e utilidade social. A melhor publicidade futura correrá online “de boca em boca” mas com meios de premiar os melhores e exclusão ou punição dos piores que não se quiserem converter e corrigir.
As novas tecnologias devem tender a premiar o navegador online mais ético, honesto e socialmente útil.  
Cada navegador satisfeito será a melhor publicidade para os melhores e exclusão dos piores.
O Facebook pode ser uma forma de criar relações humanas, sociais ou profissionais globais, sem fronteiras, com certas afinidades éticas, morais, emocionais ou profissionais. Mas certa publicidade transformou certas relações no Facebook como expressão da pior prostituição mental dos sentimentos, emoções, gostos, cultura e certa civilidade ou incivilidade. Prometem um ebook gratuito. Mas fazem perder muito tempo para o darem na condição de dizerem a todo o mundo que gostam do ebook ainda antes de o terem recebido.
Aceitar convites de amizade de desconhecidos que oferecem um presente gratuito ou qualquer benefício na condição de dizer que “gosto”, “like” no Facebook não é uma forma de prostituição mental dos gostos com piores consequências de certa prostituição tradicional?
Creio que o prestígio de Facebook, Google, redes sociais, serviços e informações dependerá da facilidade de premiar os melhores em ética e utilidade social online com punição para certas formas de prostituição mental que só servem para roubar tempo com danos sociais da prioridade ao pior.
Selecionar e ordenar por prioridade o que cada um considera melhor pode ser uma forma de serviço e criação de prestígio online que se pode traduzir por benefícios econômicos.

2013-05-23

AVI=ASSOCIAÇÃO DE VÍTIMAS DE INJUSTIÇAS, desaparição de um blog, moralidade, ética e publicidade-marketing OnLine



Tinha um blog: AVI - ASSOCIAÇÃO DE VÍTIMAS DE INJUSTIÇAS. Não sei porque desapareceu e o seu link conduz a conteúdos que não correspondem ao meu blog. Podem existir online milhares de links a este blog que enganam o navegador fazendo-lhe perder tempo com o que pode não lhe interessar no momento.
A oferta de espaço OnLine para blogs gratuitos pode ser uma técnica publicitaria?  Ética? Moral? Ou esperteza de certos MLT=milionários ladrões do tempo OnLine?

IDEIAS PARA UM MUNDO MELHOR ...

avi xoomer.virgilio.it/jiimm/avi.htm,

pavie= projecto: associação de vítimas de injustiças, (avi), estatutos. ONU-W-GOV: João de Deus, Pires, Serip, PiresPortugal, Neo ...

O GRANDE MAFIOSO, GRANDE LADRÃO, GRANDE ADVOGADO,

 USA-ONU.

 

Richard Wagner, Arte, artistas, políticos, revolucionário nazista, legais, ilegais, criminosos, PiresPortugal, Neo-Machiavelli, Serip, SERIPires

O canal de TV Arte desculpou Wagner das acusas de percursor do nazismo, (1). Não sei se certas ideias nazistas eram revolucionárias para o seu tempo ou sentimento popular difuso em certas elites ao longo da história aleamã?
Naqueles tempos muitos políticos protegiam os artistas. Um político da Alemanha pagou-lhe as dívidas, construi-lhe castelos, deu-lhe dinheiro para as suas obras, … Há quem diga que era amante, mas Wagner não era homossexual e não sei se se prostituía pela arte ou só existiu amor platónico entre o político e o artista.
Sinto-me um revolucionário pacífico, sonhando uma revolução da NEO-justiça, NEO-legalidade, com prioridade ao interesse e bem estar de muitos mesmo com o sacrifício dos piores criminosos e anti-sociais.
Ao contrário do que sucedeu com Wagner, pequenos políticos e magistrados da mais deficiente justiça que conheci, colaboraram para destruir o meu património criativo, cultural e revolucionário. Não como a revolução de Wagner, mas com uma NEO-ONU e NEO-justiça sem fronteiras a evitar guerras, terrorismo, criminalidade e salvar mortos de fome.
Na maioria dos resultados online só se fala do positivo de Wagner e negativo de Berlusconi-Ruby. Eu penso que faria a maior revolução deste século se os meus escritos online ocupassem o tempo dos políticos, magistrados, voluntários e opinião pública em vez de se ocuparem da BBR=banalidade-Berlusconi-Ruby. (Mais: ONU-W-GOV: 2011/06 – 2011/07).
Richard Wagner foi um revolucionário, “político, patriota, homem vaidoso, pioneiro do neo-romantismo alemão”. ... Eu sou contra o patriotismo que origina muitas guerras, a vaidade e moda que contribui a muitos vestidos no lixo e mais mortos de fome porque os terrenos são ocupados com algodão para a moda que termina no lixo em vez de alimentos...
Mais: richard wagner arte artistas políticos revolucionários legais ilegais criminosos piresportugal neo machiavelli... , Richard Wagner, Arte, artistas, políticos, revolucionários, legais, ilegais, criminosos, Pires Portugal, Neo-Machiavelli,... Os 200 anos do genial e ainda polêmico Richard Wagner fatos contraditórios: que Wagner foi um grande artista e, segundo, ... Revolucionário na arte, Wagner influenciou grandemente a sociedade alemã ... houve protestos, porém não gostar de Wagner por motivos políticos ...Richard Wagner ... intelectual, ativista político e revolucionário, cujas óperas e música tiveram ... ...inventor de um novo estilo de ópera,...revolucionário ... político, patriota, homem vaidoso, pioneiro do neo-romantismo alemão. ... Blog Visite São Paulo | Palestra sobre R...Richard Wagner - InfopédiaAlemanha celebra bicentenário de Richard Wagner com concertos
(1) Wikipedia: " Iam visitá-lo Liszt, o regente judeu Hermann Levi (o primeiro a reger Parsifal), o pianista judeu Joseph Rubinstein (assistente musical de Wagner desde 1872), o pintor judeu Paul Jukovsky — durante toda a sua vida, Wagner sempre teve muitos amigos judeus — o compositor Engelbert Humperdinck. ...Winifred era nazista e muito amiga de Adolf Hitler,... Richard Wagner escreveu alguns ensaios antissemitas e por essa razão, e pelo aspecto nacionalista de sua obra, sua imagem foi empanada no século XX pelo fato do nazismo tê-lo tomado como exemplo da superioridade da música e do intelecto alemães, contrapondo-o a músicos também românticos como Mendelssohn, que era judeu. O ensaio mais polêmico foi Das Judentum in der Musik18 , publicado em 1850, no qual ele atacava a influência de judeus na cultura alemã em geral e na música em particular. Nesta obra descreve os judeus como: "ex-canibais, agora treinados para ser agentes de negócios da sociedade". Segundo Wagner, os judeus corromperam a língua do país onde vivem desde há gerações. ... Wagner insistia em defender que os judeus que viviam na Alemanha deveriam abandonar a prática do judaísmo e se integrar totalmente à cultura alemã. Apesar de, por essas razões, ser geralmente tachado de antissemita, Wagner sempre teve amigos e colaboradores judeus durante sua vida inteira.26".

2013-05-22

Tempo, elites, fortunas do passado, presente e futuro da ONU ou NEO-ONU

Uma das famílias mais ricas do passado da Alemanha, (1), fez fortuna economizando tempo com uma rede de sistemas de coches e cavalos que eram substituídos por outros numa espécie de estações de revisão e permitiam viagens mais rápidas para os correios e elites do seu tempo.
Depois surgiram os automóveis que fizeram a fortuna de Agnelli com a Fiat em Itália, Mercedes, VW, Ford, Opel e outras em diversas partes do mundo.
Os últimos maiores milionários economizaram tempo com as novas tecnologias. Estas permitem a proximidade de quem está longe com o telefone, vídeo e incluso trabalho à distância com PC ligados por Internet. As novas tecnologias são hoje um meio de economizar tempo a alguns e fazer perder tempo a outros. Penso que necessita de um governo global da ONU ou uma NEO-ONU para evitar os crimes online e aumentar a utilidade social, em particular com a economia do tempo. 

Tempo, publicidade automática no PC, OnLine e NEO-Justiça-Futura da ONU ou NEO-ONU



Liguei o PC e apareceu-me … um programa que parecia gratuito para aumentar a velocidade do PC mas fez-me perder muitas horas para me ver livre de continuar a roubar-me tempo, reduzir a velocidade e ser continuamente disturbado com a sua publicidade. Hoje são dois biliões de utilizadores de Internet que ou aprenderam a evitar estas ratoeiras ou podem cair nelas e perder o bem mais precioso: o tempo.
Eliminar os ladrões do tempo que só produzem danos pode ser a melhor RPO=revolução pacífica online.
Entro na Internet, estou a ver um vídeo e sou disturbado pela voz e música de uns jogos que não sei como aparecem automaticamente sem eu querer.
São legais? Criminosos legais? Ou online não há leis para os piores que sabem utilizar as novas tecnologias?
Quando vivia em Itália, onde me pareceu conhecer a pior justiça do mundo, um magistrado disse que 95% dos processos andava em prescrição. Mas não disse o que me pareceu lógico e evidente naquelas circunstâncias: muitos dos piores mafiosos, terroristas e criminosos entravam nos 95% dos processos em prescrição. Muitos dos 5% de grande eficiência eram ao serviço da criminalidade, terrorismo e máfia, contra profetas, revolucionários ou missionários de uma melhor informação online, melhor justiça, política, economia e voluntariado.
Qualquer justiça nacional para “crimes” online corre o risco de punir os melhores, os que criticam os piores magistrados da mais deficiente justiça, sem grande possibilidade contra os piores, muitas vezes ladrões legais do bem mais precioso: o tempo.
Uma NJF=NEO-Justiça-Futura da ONU ou NEO-ONU pode ser o melhor meio de uma RMO-revolução-moral-online com multas a quem causa danos para premiar quem produz benefícios.  

2013-05-20

Silvio Berlusconi, Ruby, Mussolini, Máfia, informação, política, justiça, voluntariado, fatos, opiniões, crenças e NMI=Neo-marxismo-italiano



Quando Silvio Berlusconi criou o governo mais eficiente contra a máfia depois de Mussolini, certas informações, política, justiça e voluntariado tiveram prioridade em destruí-lo.
Quando o melhor governo contra a máfia estava na melhor eficiência chegou D'Addario, Ruby e banalidade do sexo Berlusconi que serviram para destruí-lo.
Para mi foram banalidades ao serviço da máfia, um exemplo do que eu chamo NMI=Neo-marxismo italiano: a máfia, com mais poder econômico e militar de Berlusconi, condicionou informação, justiça, política, voluntariado e cultura para destruí-lo.
Quanto o “presumível” boss da mais famosa organização mafiosa-criminal dos últimos tempos em Itália foi preso e colocado em liberdade no dia seguinte encontrei menos de 1.000 resultados de Google. Hoje, (2013-05-20), encontrei cerca de 48 800 000 resultados para Berlusconi, Ruby.
Em minha opinião foi uma banalidade usada da máfia para destruir o seu maior inimigo depois de Mussolini: Berlusconi e seu quarto governo.
Dos resultados da procura online para “Ilda Boccassini, Berlusconi, Ruby, mafia”, tenho a impressão de que um magistrado famoso em Itália por ser eficiente contra a máfia se tornou famoso a nível mundial por ser eficiente com uma banalidade ao serviço da máfia: contra Berlusconi quando gestiva o governo mais eficiente contra a máfia depois de Mussolini. Até a revista dos USA Foreign Policy Magasine a considera ao 57º posto na lista das 100 personalidades que em 2011 influenciaram o andamento do mundo na política e economia, (Ilda Boccassini - Wikipedia), não pela sua eficiência contra a máfia mas ao serviço da máfia.