2011-08-31

FISM-SERIPires, fantasias de magia para o voluntariado, (VIAS, AVIVAS, AVI, IFG)

De 9 a 14 de Julho 2012 terá lugar a Blackpool o congresso da FISM, uma espécie de jogos olímpicos da magia.

Durante mais de 20 anos não perdi um desses congressos. Nos últimos 10 anos não frequentei nenhum. Agora sonho voltar uma última vez. Gostaria de participar a invenção com as minhas criações mais originais dos últimos 10 anos. Tive vários prémios de invenção mas nunca um da FISM, o máximo que pode aspirar um inventor de magia. Imagino que se tivesse um prémio de invenção, mesmo só um segundo ou terceiro, seria o meu melhor adeus à magia para me dedicar ao voluntariado.

Mais: 

VIAS=voluntariado internacional de acção social (PROJECTO EM ESTUDO)

 CIC= criatividade e inteligência colectiva

 IFG=inventar futura da Guarda 

2011-08-30

Amor online, etica, publicidade, marketing e o missionario que quer converter Badoo e inventar Neo-ONU

Durante um certo período de tempo aparecia todos os dias neste meu blog publicidade a Badoo, come se fossem artigos meus. Todos os dias perdia o meu tempo a apagar esta publicidade que me dava uma imagem muito negativa. Não sei como conseguiam entrar no sistema deste blog e publicarem publicidade como sendo artigos meus. Depois de vários artigos meus contra este abuso imoral pararam de publicar. Badoo parece-me um dos melhores sistemas de estabelecer relações mas com alguns defeitos e abusos. Tenciono escrever um eBook colectivo com quem quiser colaborar para moralizar o uso de Internet, criticar o abuso de certa publicidade e marketing, contribuir ao melhor uso das novas tecnologias. Quem quiser colaborar pode deixar um comentário ou mandar-me um e-mail para piresportugal@hotmail.com .
Penso que a ONU ou uma Neo-ONU podia ganhar milhões e produzir biliões de utilidade social com multas a ladrões do tempo com métodos ilegais e imorais.

2011-08-28

Amor, matrimonio, sexo, dinheiro, etica, publicidade, marketing e o missionário que quer moralizar Internet e inventar uma Neo-ONU

Com as novas tecnologias é possível colocar em poucos segundos mensagens a invadir milhares de blogs. As tecnologias que podem ter um uso muito positivo podem também causar danos astronómicos pelo tempo que fazem perder ou mensagens erradas que possam transmitir. Com a presunção de ser um missionário da ética, justiça e bom senso no uso das novas tecnologias perco o meu tempo a escrever esperando consciencializar para uma ética universal de Internet. Seria justo se ganhasse mais quem usa as melhores tecnologias para melhores fins. Mas muitas vezes fazem fortuna os ladrões do tempo, da personalidade e do bom nome de quem usa Internet para fazer um serviço social ou ganhar justamente o seu dinheiro.
Tenciono escrever um eBook colectivo com quem quiser colaborar para moralizar o uso de Internet e contribuir ao melhor uso das novas tecnologias. Quem quiser colaborar pode deixar um comentário ou mandar-me um e-mail para piresportugal@hotmail.com . Se concorda, divulgue mensagens de ética e bom senso no uso das novas tecnologias. Se não concorda deixe um comentário. Procuro colaboração para um ebook colectivo sobre EPM=ética-publicidade-marketing.

2011-08-27

Missionário procura amor online, dinheiro, vigarices, ladrões do tempo, ética, publicidade, marketing e justiça sem fronteiras para Badoo

Badoo parecia-me um óptimo serviço gratuito online para quem procura encontrar uma companheira ou companheiro, relação amorosa ou casamento. Imagino que os seus técnicos ou artistas de publicidade e marketing descobriram que eu estava para separar-me e bombardearam-me de publicidade. Não é um mau marketing se descobre quem precisa de um serviço e lho oferece. Inscrevi-me e passei a abrir e-mails. Encontrei a "filha" de um presidente africano, protegida de um missionário, que queria saber os dados da minha conta para depositar-me uns milhões de euros que estavam bloqueados depois do seu pai ter sido assassinado. Para que pudesse confirmar mandava-me o nome, e-mail e telefone do missionário que a salvara de ser assassinada com seu pai. Imagino que por detrás daquela linda fotografia estava um ou uma vigarista que tinha estudado o meu perfil, sabia que eu tinha estudado 12 anos para ser missionário e procurava ganhar confiança para me esvaziar a conta bancária.  

Naturalmente Badoo não tem culpa. Mas imaginei o que poderia acontecer se a administração de Badoo colaborasse com uma justiça sem fronteiras da ONU ou Neo-ONU para apanhar o dinheiro dos vigaristas e salvar mortos de fome.

Logo nos primeiros dias de frequência de Badoo alguns amigos mandaram-me mensagens picantes e comecei a desconfiar que os meus dados circulavam por amigos. Depois chegaram as queixas de quem tinha o e-mail cheio de publicidade de Badoo e me atribuía a culpa. Agora é a quarta vez que encontro neste meu blog a publicidade a Badoo come sendo posta por mi: “They can't send you messages! ...  SERIPires, SERIP-magic-shows, PiresPortugal”

Mas isto não é ilegal, injusto e imoral? Uma JSF=justiça-sem-fronteiras da ONU ou Neo-ONU não poderia ganhar milhões de euros de multas a condenar quem causa danos injustos?

2011-08-26

TIL=time-is-life, VJI=velha justiça internacional, Badoo e NJF=Neo-justiça-futura, (ONU, Neo-ONU, TIO, JSF)

Há muito tempo recebi um e-mail de Portugal com insinuações picantes sobre as minhas amigas de Novara. Não percebi nem lhe perguntei mas ficou no meu subconsciente o que o teria levado a escrever aquilo. Agora recebi queixas de um amigo de Itália dizendo que eu tinha dado o seu e-mail para Badoo e recebia todos os dias publicidade não desejada, criminal em Itália, mas só em teoria com a VJI=velha justiça internacional. Na prática ninguém paga €3.000 para um advogado fazer um processo contra ladrões do tempo. Se um dia o meu livro TIL=time-is-life se tornar famoso e revolucionário da velha justiça talvez se possa fazer justiça gratuita em 3 minutos, sem €3.000 para um advogado explicar a um juiz que deve condenar um ladrão do bem mais precioso: o tempo.
Agora encontrei non meu blog já 3 artigos em meu nome e que eu não escrevi, de pura publicidade a Badoo, (1). Se existisse uma justiça inteligente em 3 minutos condenava Badoo a indemnizar-me dos danos e contribuía a beneficiar biliões de utilizadores de e-mails que para lerem 5 úteis devem apagar 95 de spam, vigarices e crimes vários.

(1)  Este post, antes de ser alterado por mi tinha o título:     “9 people want to see your photo" Continuava com fotos de meninas muito bonitas e terminava com a mansagem: "... They all want to see you, Thank you,The Badoo Team. “

Quem descobrirá primeiro este post e deixará de disturbar-me, roubar o meu tempo e dos meus amigos? A ONU ou uma Neo-ONU seguirão as minhas sugestões para ganharem biliões de euros e produzirem triliões de benefícios públicos com economia do tempo e melhores serviços online? 

Serip magic shows, PiresPortugal, SERIPires, “Neo-Machiavelli”, Pires, SERIPires, Badoo, ética, publicidade e marketing

Fui um artista dos melhores de Europa com 15 prémios internacionais em Magia cómica, Manipulação, etc. 
Um grande advogado roubou-me o que tinha economizado em muitos anos de trabalho e tornei-me uma espécie de missionário revolucionário de uma nova justiça que funcione de forma lógica, eficiente e com bom senso de justiça mesmo quando os grandes ladrões, são grandes advogados-vigaristas-mafiosos-criminosos. Pensei que era melhor trabalhar para revolucionar esta justiça do que trabalhar para ladrões. Com o nome literário de “PiresPortugal” coloquei milhares de páginas contra injustiças e fantochadas da velha injustiça tradicional e sugestões para uma nova justiça futura. A velha injustiça tradicional condenou-o à prisão e pagamento de parte das vigarices, mas nem foi para prisão nem pagou nada.
Com o nome SERIPires, (SERIP+Pires), passarei a firmar ideias e projectos de magia, ensino de ilusionismo e voluntariado de acção social.
Com o nome “Neo-Machiavelli” criei um blog em italiano onde critico a justiça que me parece a pior do mundo, explico porquê e proponhos ideas para uma NJF=Neo-justiça-futura.
Pela terceira vez encontrei neste meu blog publicidade a empresas como se fossem artigos meus. As últimas duas vezes tinham o título “Welcome to Badoo” e faziam publicidade. Como é possível que num blog pessoal escrevam em meu nome a sua publicidade como sendo um artigo meu? Não existe um mínimo de bom senso de moralidade e justiça? Os autores não deviam ser condenados a indemnizar-me pelos danos que me causam?
Imagino uma justiça sem fronteiras, (JSF),  da ONU ou uma Neo-ONU com um tribunal internacional, (TIO) que aplicasse multas a quem viola princípios elementares de justiça e financiasse projectos de solidariedade social.

2011-08-25

Rui Cardoso Martins, “Deixem passar o homem invisível” e a justiça de Itália a Portugal com ida e volta, (FFF, PTV, GGGA )

Rui Cardoso Martins foi a Itália para escrever o livro: "Deixem passar o homem invisível". Un italiano passou férias em Portugal, levou para Itália o livro e traduziu para o seu blog em italiano algumas das minhas ideias romanceadas por Rui Cardoso Martins. Encontram-se no seu blog vários dos meus comentários e sua resposta: Letture – Deixem passar o homem invisível « I Sogni Ferrosi. Concorda comigo quando critico a justiça italiana, (para mi a pior que conheci no mundo), mas atribui as culpas a Berlusconi e discorda do que penso deste governo, em minha opinião o melhor contra a máfia e destruído de certos magistrados, certos políticos e certa opinião pública mais interessados a Ruby do que aos piores mafiosos e aos objectivos mais inteligentes de Berlusconi e suo governo.  
Faz parte de um método experimental para ganhar online com a promoção de ética e utilidade social global: Ao comprar um dos meus eBooks pode reproduzir 50% para criar o seu PeBook, com ganho de 95% da venda sem custos, mais 50% da venda dos dos meus originaishttp://mydgs.co/ganharonlinesocial.
Mas estes eBooks vão desaparecer em breve pois esta estrutura só funcionará com livros em inglês. Alguém que colaborar em traduções para Inglês? Ou criar uma cooperativa internacional de autores para um mundo melhor?  
 

J3M=JUSTIÇA EM 3 MINUTOS, NAF, RNM, FFF, PTV, GGGA, GGG, ALM

Com a justiça tradicional há milhões de leis, tratados internacionais, custos judiciais e burocracias antiquadas que muitas vezes servem mais a aumentar as piores injustiças do que ao essencial do mais elementar bom senso de justiça. Um GRANDE MAFIOSO, GRANDE LADRÃO e GRANDE ADVOGADO estudou com dinheiro dos contribuintes a roubar sem pagar ou fazer fortuna a contribuir para piores ladrões não pagarem às vítimas. Roubou-me o que tinha economizado em muitos anos de trabalho. Paguei para uma justiça que o condenou à prisão e pagamento de parte das vigarices mas não passou de uma finta condenação. Passei a odiar um sistema de justiça impotente contra os piores MAFIOSOS, LADRÕES e CRIMINOSOS que ou são GRANDES ADVOGADOS ou têm a colaboração dos melhores profissionais ao serviço das piores injustiças.
Hoje tento recuperar o tempo perdido transformando este caso em símbolo da velha injustiça tradicional e de uma nova justiça que em 3 minutos possa fazer melhor.
Imagino um tribunal online a oferecer justiça gratuita em 3 minutos e seguimento a pagamento. Bastaria ter um formulário onde escrever o essencial da queixa e o que se pretende. O espaço não permitiria mais do que o principal que pudesse ser lido em um minuto. Um sistema de justiça internacional da ONU ou uma Neo-ONU registava automaticamente o meu pedido de justiça e passava-o a um juiz online disponível que emitia um primeiro juízo provisório condicional: "Se é verdade … o reo será condenado a pagar …" A queixa e condenação provisória condicional passaria ao réu por email certificado que poderia negar tudo, aceitar tudo ou admitir parte e propor alternativa à condenação. O mesmo juiz podia aceitar a nova proposta ou confirmar a anterior sentença. Se o caso fosse resolvido positivamente em 3 minutos o juiz não ganhava nada mas receberia pontos para a sua promoção, possibilidade de ganhar mais com outros casos, prioridade onde se ganhasse mais.  Se o caso não se resolvesse em 3 minutos, o juiz podia estabelecer o seu preço por minuto de trabalho e dedicar mais tempo à compreensão e resolução do conflito com nova sentença, tentando fazer pagar o seu tempo, tempo de outros colaboradores de justiça e danos da vítima a quem tivesse menos razão, tivesse dito mentiras ou não tivesse aceite a sentença mais justa. Se o caso não se resolvesse com um único juiz passariam a 3, 5, 7, 9, ou… sempre em número impar. Para sentenças discutíveis com número quase igual de pro e contra seria fácil o apelo. Para sentenças de unanimidade só em condições muito particulares, descoberta de novos elementos e se o recorrente tivesse dinheiro para pagar os custos da continuação. Só em casos raros o Estado pagaria para evidentes vítimas de criminosos. A prioridade da justiça não deve ser de meter na cadeia quem errou uma vez mas converter os criminosos de profissão a indemnizarem as vítimas e a sociedade. Com a justiça tradicional conheci casos que me parecem imoralidade, injustiça e estupidez ao mais alto nível. Se um grande advogado-ladrão-mafioso fosse 9 meses para uma prisão tradicional conforme foi condenado da justiça italiana eu teria menos probabilidade de ser indemnizado dos danos que me causou, mais possibilidade de ser vítima de novos amigos mafiosos que muito provavelmente conheceria na prisão. Contribuintes de Portugal pagaram para uma pessoa inteligente aprender a servir a criminalidade e injustiça. Contribuintes italianos pagaram para uma justiça com 95% de processos em prescrição e 5% de sentenças como esta que só ficam no papel. Se fosse para a prisão pagariam €1.000 só pelas burocracias de entrada na prisão mais €70-€600 por cada dia de ociosidade a preparar corpo e mente para continuar pior.
Imagino uma justiça em 3 minutos em que eu pediria 10 milhões de euros de indemnização para os meus danos e da sociedade. Um juiz decidiria depois de escutar as suas razões. Se desse juízo em 3 minutos não resultasse uma indemnização consistente eu continuaria. Se provassem que ele não é ladrão e mafioso ou a minha queixa é falsa seria eu a pagar os custos, não os contribuintes de Portugal e Itália. Se a minha queixa fosse atendível ou comprovada seria ele a pagar ou a trabalhar em condições de liberdade limitada até me pagar o que me devia. Sobretudo não poderia viver no luxo com o meu dinheiro e a minha miséria económica, psicológica e moral.
(Nota cada uma das abreviaturas deste título pode servir a encontrar milhares das minhas páginas online para livros, ebooks, pebooks, programas de TV ou filmes orientados para uma melhor justiça futura).

2011-08-24

O grande advogado-ladrão-mafioso, o boss indiscusso, Berlusconi Ruby e antimafia à italiana, (GGGA, BBR, AAI, GRF)

Hoje no Tg5, 13.16, senti falar do famoso boss mafioso do qual um "grande advogado" , (GGGA), se dizia socio. Por medo continuo a não dizer o seu nome, (GRF). Passados  quase 20 anos continua a ser notícia pela prisão de mais um da família. Os grandes boss mafiosos, con seus grandes advogados, passam pouco temo na prisão, uma média de 2 a 6 anos. Mesmo da prisão continuam a gestir negócios e morte. Birlusconi firmou a lei mais efficiente, o 41bis e o seu ministro da justiça Alfano tentou applicá-la com o máximo rigor. Mas certa esquerda chamou tortura ao 41bis, a prisão que impedia continuarem a comandar através das ordens aos familiares, certos magistrados mandaram boss mafiosos do 41bis a casa por depressão, outros restituiram as fortunas sequestradas. A antimafia italiana tem muitos recursos para a vida sexual de Berlusconi e Ruby mas poucos para piores mafiosos. 

Contra piores mafiosos é difícil encontrar testemunhas por medo. Sabem que da cadeia podem ordenar vinganças.

Os melhores advogados ganham mais a defender piores mafiosos e os piores magistrados têm mais primeiras páginas e mais tranquilidade com processos a Berlusconi do que aos piores mafiosos.

Quando o melhor governo depois de Mussolini estava a fazer a melhor política contra a mafia, magistrados, políticos e jornalistas tentaram destruí-lo com banalidades como o sexo de Ruby ou relações com mafiosos nos anos 70 para defender os filhos dos sequestros. Para muitos é uma vergognha que Berlusconi tenha recorrido a mafiosos para defender a família. Para mi é uma vergonha que o estado e a justiça defendessem menos da máfia. Tenho a impressão que muitas vezes ao longo da história d'Itália a antimáfia não tinha poder para piores mafiosos mas para destruir melhor antimafia.    

 

Tempo, jornalismo, informação, novas tecnologias, cloud computing, nuvem e escrever para o futuro, (ELP, TIL, PPP)

Encontrei um grande artigo, muito bem escrito de uma grande professional do jornalismo que me convenceu das vantagens do  cloud computing, uma nuvem das novas tecnologias para evitar perda de dados e encontrá-los em qualquer parte ao ligar-se online. Um artigo está muito bem escrito para jornalistas ou profisssionais das novas tecnologias. Mas eu perdi cerca de uma hora na leitura, continuação dos links e procura nos motores de busca sem encontrar aquilo que me interessava: qual a melhor maneira de o utilizar, quanto me custa, qual a melhor possibilidade para o meu caso, tem só vantagens ou perigos.

Tenho duas teorias para o jornalismo e informação do futuro:

TIL=time-is-life=tempo é vida,valor mais importante para a maioria dos navegadores online;

PPP=PiresPortugal-prioridades-pirâmide: o mais importante do jornalismo e informação do futuro é a arte dar prioridade ao mais importante.

 

2011-08-22

O grande advogado e uma sentença, um ebook, um website, um programa de TV, um film ou uma revolução? LIE=legalidade-injustiça-estupidez à italiana? ( DLJ, GGGA, VJT, NJF, SMN )

Ontem comecei ás 3.33 e hoje às 4.56 a escrever  ideias para um uma sentença, um ebook, um website, um programa de TV, ou um film. Tudo para uma revolução ou ficar perdido neste blog?

Eu creio na revolução da LIE=legalidade-injustiça-estupidez que eu conheci sobretudo em Itália. Creio que na justiça italiana conheci a estupidez, fantochadas e injustiças ao mais alto nível. Sobre o assunto estão milhares de páginas online. Só em italiano hoje estão mais de 7.000 resultados para lis, legalità, ingiustizia, stupidità, "Neo-Machiavelli". (Neo-Machiavelli é o nome que uso quando escrevo em italiano).

Segundo um programa Report de Rai3, a Napoli andava em prescrição 75% dos processos por culpa de Berlusconi, porque não dava à justiça dinheiro para para fotocópias. Para os processos a mafiosos que receberam 6 biliões de euros dos contribuintes italianos, europeus e portugueses para resolver o problema do lixo e não resolveram nada falta dinheiro para fotocópias. Para processos a Berlusconi só pelo caso Ruby já gastaram milhões de fotocópeias, milhões de euros pagos pelos contribuintes para processos que servem e destruir o melhor governo contra a mafia. Para mi é evidente que com uma justiça mais inteligente, honesta, efficiente e pragmática com menos dinheiro dos contribuintes sequestravam centenas de biliões de euros aos mafiosos para pagar a mais e melhores magistrados, menos e piores advogados. A justiça italiana é feita por menos de 9.000 magistrados e condicionada por mais de 250.000 advogados que ganham com o pior funcionamento da justiça, com dinheiro dos contribuintes inclusive portugueses que pagam vacas que que só existem num sétimo andar de Roma, nos papeis falsos das grandes vigarices aos biliões de euros da comunidade europeia com a complicidade de poucos pequenos magistrados, muitos grandes advogados, e alguns políticos, alguns advogados na reforma que continuam a legalidade-mafiosa-criminal, mais direitos dos mafiosos do que das suas vítimas.

Recordo vagamento um magistrado presidente de um tribunal que foi acusado de cumplicidade com a mafia italiana para uma vigarice à comunidade europeia de 5 biliões de euros. Outro magistrado, presidente outro tribunal, andava in férias em barcos de luxo de mafiosos, tentou corromper outros magistrados a favor de mafiosos e foi condenado a 18 meses, com a pena suspensa. Criticar estas sentenças é muito perigoso em Itália. Dois jornalistas que escreveram sobre o caso mais famoso por ser vergonhoso da história da justiça italiana, (Enzo Tortora), foram condenados a pagar €280.000.

Porque razão chegam a presidentes de tribunais magistrados cúmplices das mafias e ladrões astronómicos dos contribuintes? Porque razão tantos inocentes nas prisões, (Enzo Tortora é o caso mais famoso mas são milhares que não fazem notícia), mas muitos mais mafiosos são presos diversas vezes e mesmo da prisão continuam a sua actividade criminal sem interrupção?

Poucos e "pequenos" magistrados condicionados de muitos e grandes advogados que ganham com as injustiças?   

Nos últimos anos imaginei muitas formas de luta por justiça. Espero que uma sentença a um grande advogado me ajude a esquecer o passado e trabalhar serenamente para um futuro melhor.       

Ao Dr. Mário Soares e sua Fundação, APAV, AVI, fundações e associaciações de beneficência e voluntariado, un grande advogado-ladrão-mafioso, (ggga), velha injustiça tradicional, (vit) e Neo-justiça futura, (njf)

Primeiros dos 7.740 risultados para  lis, legalità, ingiustizia, stupidità, "Neo-Machiavelli"

LIS=legalità, ingiustizia e stupidità?

Corona, nostri milioni, giustizia o lis=legalità, ingiustizia e ...

Intercettazioni: gaffe o legge? Giustizia o lis=legalità ...

Luigi Pellè, carabiniere, Dia, agente Ivan Liggi, Polizia Stradale ...

Mafi0so condannato e giustizia, legalità o stupidità?, (v1v, v2v ...

Adozione, adozioni, crimine, ingiustizia o stupidità della legalità

Carcere, Striscia la Notizia, lis, (lis=legalità, ingiustizia e ...

Vittorio Sgarbi, via=vecchia ingiustizia all'italiana, lis ...

Tempo, giustizia, legalità, ingiustizia, immoralità, stupidità ...

Mostra tutti i risultati da ilcannocchiale.it »

 

Perdão, justiça, odio, vingança, revolução e saúde ( DLJ, GGGA, VJT, NJF, SMN )

Segundo Carsten Wrosch, professor de Psicologia e membro do Centre for Research in Human Development, Concordia University de Montreal no Canadá e seu colega Jesse Renaud, o rancor, ódio, raiva e emoções negativas podem causar redução das defesas imunitária e facilidade de adoecer.

Educado em ambiente religioso que convidava ao perdão, muitas vezes esqueci as injustiças de que fui vítima. Mas talvez por isso um "grande advogado" que me conhecia bem abusou da minha bondade, exagerou, ultrapassou todos os limites para lhe perdoar e condicionou a minha vida. Sei que todas as minhas ficam como que bloqueadas cada vez que penso no caso. Mas tenho a impressão de que Freud tinha certa razão quando falava das repressões recaladas e esquecidas que continuam no inconsciente com mais força. Hoje penso que o perdão tem certos limites se a justiça não funziona quando os grandes ladrões, vigaristas e mafiosos são grandes advogados é necessária uma revolução desta justiça.

2011-08-21

Diário de luta por justiça, mais justa, inteligente, criativa, eficiente e pragmática, DLJ, GGGA, VJT, NJF, APAV, FMS, AVI, VIAS, J3M

Em Itália, onde conheci a pior justiça do mundo, existem mais de 250.000 advogados e menos de 9.000 magistrados. As condições económicas, psico-sociais e culturais favorecem a existência de muitos grandes advogados, biologicamente superiores, psicologicamente estimulados a desenvolver as suas capacidades ao serviço dos seus clientes, dos que podem pagar melhor, que muitas vezes são os piores mafiosos. 

As condições económicas, psico-sociais e culturais favorecem a existência de poucos "pequenos" magistrados, biologicamente inferiores, psicologicamente estimulados a sobreviver com a menor eficiência, com aquilo que eu chamo IPS=inteligência-pratica-de-sobrevivência. Os melhores magistrados, sobretudo se são honestos, ganham muito menos dos melhores advogados. Se são eficientes contra a pior criminalidade, correm perigo para eles e para a família.

Muitos dos melhores advogados, depois de uma vida a servir quem paga melhor, os piores mafiosos, "descem" em polítca na idade da reforma. Ganham 5 ou 10 vez menos de deputados ou senadores do que a defender os boss mafiosos mas trabalham menos, com mais prestígio e melhor reforma. Alguns convertem-se a trabalghar contra a mafia e fazem, ou pretendem fazer as melhores leis e as melhores reformas da justiça. Outros continuam com a sua civildade-mafiosa-criminal, mais civis com criminosos do que com as sua vítimas.

Os melhores magistrados devem ganhar muito mais dos advogados dos mafiosos, poderem ser descnhecidos dos piores criminosos que julgam, com as novas tecnologias devem poder ver os criminosos sem serem vistos. Só assim podem julgar sem medo do perigo para eles e famílias.

Um magistrado no máximo da carreira ganha 15 vezes menos de Beppe Grillo a chamar casta aos politicos, menos de un jovem que se torna deputado por ser famoso a destruir Genova no G8 ou a mãe de um morto a combater melhores representantes das melhores democracias. Para certa velha anarquia este mundo está mal, é preciso destruí-lo, a começar pelos bancos e obras públicas. Depois de alguns bancos falirem nos USA e outros serem salvos com dinheiro dos contribuintes para evitarem desastres mundiais piores, os políticos famoso pela destruição dos bancos perdem prestígio e deixam a política, mas continuam a ganhar pagos pelos contribuintes. Uma justiça que não condenou os vândalos a pagar a destruição no Global Forum de Napoli, no G8 de Genova ou nas manifestações contra polícia e governo, condana contribuintes a pagarem para ter menos segurança contra a criminalidade. Agressões de polícias contra manifestantes são mais punidas de agressões idênticas de criminosos contra a polícia. Em 10 anos de processos ao G8 de Genova senti magistrados que queriam condenações de mais de 100 anos para os polícias que em 3 dias trabalhavam 12 horas em perigo de vida. Lógico que qualquer ser humano nestas condições pode cometer erros. Mas a prisão para estes polícias sem uma condenação aos vãndalos é um presente à criminalidade e uima injustiça para contribuintes. Uma justiça que condenasse os vândalos de Nápoles evitava os vândalos de Génova e de outras cidades com custos astronómicos para contribuintes. Mas os vândalos são populares e votados de certo povo, herois de certa informação e certa opinião publica. Imagino que Indymedia e certa informação condicionou prioridades da justiça para aumentar injustiça aos contribuintes e benefíco da criminalidade. Uma justiça com 95% de processos em prescrição podia ter prioridade ao interesse geral, em fazer pagar danos sociais a quem os causa, indemnizar as vítimas da parte dos responsáveis sempre que possível, não perder tempo pago dos contribuintes com o que aumenta a injustiça.  

(Comecei às 3.33 a escrever e agora são 6.33. Temo escrever o que ninhguém quer ler. Mas eu tenho a certezza que a justiça pode e deve evoluir para se transformar em motor de uma revolução moral, económica e social).  

 

2011-08-20

€10.000.000 PARA O VOLUNTARIADO? OU €1.000.000.000.000? Fantasias de um falido, sonhador ou revolucionário? GGGA, VJT, NJF, APAV, FMS, AVI, VIAS, J3M

Mais de €10.000.000 são os danos que eu calculo de um "grande advogado", ladrão-vigarista-mafioso. Pedirei a um juiz de condená-lo a pagar €10.000.000 para uma ou várias associações de  voluntariado e oferecerei o meu trabalho de voluntário em part-time para colaborar na utilização desse dinheiro para promover melhor justiça e recuperar biliões da criminalidade internacional.  
Depois de me roubar o que tinha economizado em metade da minha vida de trabalho entrei numa crise moral e psicológica, sem vontade de trabalhar para alimentar ladrões.  Eu que antes queria ser missionário tornei-me um missionário de uma nova justiça com a prioridade de sequestrar as fortunas da criminalidade e orientá-las para o voluntariado e acção social de conversão dos criminosos. Com a justiça tradicional eu paguei uma soma astronomica para as minhas possibilidades, o grande advogado foi condanado a 9 meses de prisão e pagar parte das vigarices. Mas como é um grande advogado nem foi para a prisão nem pagou nada. Para mi é evidente que seria mais justo se um tribunal o condenasse a pagar €10.000.000 para indemnizar vítimas e contribuintes que lhe pagaram os estudos do que un único dia em certas prisões tradicionais.
Segundo vários estudos a mafia e grande criminalidade organizada factura em Itália mais de €100.000.000. Segundo outros estudos internacionais, no mundo facturam mais de €1.000.000.000.000. Segundo um boss de uma das piores organizações criminosas da história d'Italia, grande parte desse dinheiro vai para os melhores advogados. Um "pressuposto" "boss" dessa organização foi preso e posto em liberdade no dia seguinte. Para cerca de 1.000 risultados online com o seu nome não existiam dúvidas de que fosse o boss dessa organização. Só encontrei una informação a defender o contrario: o seu advogado dizia que o seu cliente era inocente, que nunca tinha sido condenado e ameaçava de processo a quem o continuasse a chamar "boss" "mafioso". Já tinha sido preso 2 ou 3 vezes. Tinham assassinado o irmão de um juiz que investigara essa banda criminosa. Naturalmente não posso dizer que foi posto em liberdade porque os outros juizes também têm irmãos e familiares cuja vida lhes interessa mais de um "boss" alguns anos nas prisões de onde continua a comandar por 2 ou 3 anos para depois sair promovido dentro da organização.
Berlusconi firmou o cárcere duro para mafiosos. Mas certa esquerda italiana acusou esta lei de tortura. Preferem ir às prisões e mandar para primeiras páginas dos jornais que os presos não têm direitos humanos, que até lhes falta o papel higiénico, que só recebem un rolo por mês.
Do "boss" mafioso ou do juiz que o mandou em liberdade no dia seguinte à sua prisão não se fala. Para "Berlusconi, Ruby"  são hoje 5.530.000 resultados com Google. Outros dias encontrei mais de 10 milhões. Para a opinião pubblica interessa mais a verdade sobre a cama de Berlusconi do  que a verdade sobre autores de um faturado de €100.000.000 que causam  danos, económicos, psicológicos e sociais muito piores. Certa justiça está mais interessada a primeiras páginas da informação do que a sequestrar biliões de euros à criminalidade que poderiam financiar voluntariado, educação dos criminosos e uma RNM=revolução-Neo-Marxista.
Sonho convencer um juiz a condenar um grande advogado-ladrão-mafioso a pagar ao menos uma parte dos danos que causou  à sociedade, usar esse dinheiro para promover uma justiça que sequestre as fortunas da criminalidade e as utilize para indemnizar vítimas e sociedade. Convido todas as associações de voluntariado e beneficência a fazerem propostas sobre o que fariam de €10.000.000. Eu estou disposto a dar não só o dinheiro que receber mas também o meu trabalho para a sua melhor utilização. Só quero um minimo de sobrevivência e condições para trabalhar melhor em benef'icio da sociedade.
Fantasias de um falido, sonhador ou revolucionário?
Ao Dr. Mário Soares e sua Fundação, APAV, AVI, fundações e associaciações de beneficência e voluntariado, un grande advogado-ladrão-mafioso, (ggga), velha injustiça tradicional, (vit) e Neo-justiça futura, (njf)

Em italiano:
 ... AVI  civiltàMAFIOSA Neo-civiltà Neo-giustizia , « 2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   ».