2011-08-24

O grande advogado-ladrão-mafioso, o boss indiscusso, Berlusconi Ruby e antimafia à italiana, (GGGA, BBR, AAI, GRF)

Hoje no Tg5, 13.16, senti falar do famoso boss mafioso do qual um "grande advogado" , (GGGA), se dizia socio. Por medo continuo a não dizer o seu nome, (GRF). Passados  quase 20 anos continua a ser notícia pela prisão de mais um da família. Os grandes boss mafiosos, con seus grandes advogados, passam pouco temo na prisão, uma média de 2 a 6 anos. Mesmo da prisão continuam a gestir negócios e morte. Birlusconi firmou a lei mais efficiente, o 41bis e o seu ministro da justiça Alfano tentou applicá-la com o máximo rigor. Mas certa esquerda chamou tortura ao 41bis, a prisão que impedia continuarem a comandar através das ordens aos familiares, certos magistrados mandaram boss mafiosos do 41bis a casa por depressão, outros restituiram as fortunas sequestradas. A antimafia italiana tem muitos recursos para a vida sexual de Berlusconi e Ruby mas poucos para piores mafiosos. 

Contra piores mafiosos é difícil encontrar testemunhas por medo. Sabem que da cadeia podem ordenar vinganças.

Os melhores advogados ganham mais a defender piores mafiosos e os piores magistrados têm mais primeiras páginas e mais tranquilidade com processos a Berlusconi do que aos piores mafiosos.

Quando o melhor governo depois de Mussolini estava a fazer a melhor política contra a mafia, magistrados, políticos e jornalistas tentaram destruí-lo com banalidades como o sexo de Ruby ou relações com mafiosos nos anos 70 para defender os filhos dos sequestros. Para muitos é uma vergognha que Berlusconi tenha recorrido a mafiosos para defender a família. Para mi é uma vergonha que o estado e a justiça defendessem menos da máfia. Tenho a impressão que muitas vezes ao longo da história d'Itália a antimáfia não tinha poder para piores mafiosos mas para destruir melhor antimafia.