2011-06-23

MSJ, MISSIONÁRIOS DE SÃO JOÃO BAPTISTA, encontro dos antigos alunos do seminário de Gouveia


No último encontro de antigos do seminário de Gouveia eu fui o único que não concordei com a publicação de um livro sobre os antigos alunos. Agora proponho a colaboração não para publicar um mas para uma editora que possa publicar milhares de livros digitais, ebooks, com menos custos económicos e ecológicos da publicação de um único em papel. Hoje ainda pouca gente compra e lê ebooks mas serão o negócio do futuro e podem ser um meio de deixar para a sociedade o melhor que aprendemos.
Pensei fazer um ano de voluntariado em Moçambique, como forma de agradecer à congregação o que recebi. Mas não tenho a certeza se poderei fazer mais lá em qualquer parte do mundo ligado à Internet, (1).
Li o testemunho de uma voluntária onde faziam 15 km para ir buscar água e onde faltavam tantos medicamentos, (2). Recordei uma família sem sustento no Senegal só porque não tinha €70 para uma bomba de tirar água de um poço. Imagino que as novas tecnologias online de Internet se possam criar fontes de rendimento para abrir poços e bombas de água que possam salvar muito mortos de fome.
Proponho aos antigos de alunos que sentem prazer em fazer bem a outros mas não podem privar as famílias do que ganham de dar uma colaboração com os seus conhecimentos e as suas ideias para formas de voluntariado internacional que canalizem para quem mais precisa medicamentos e produtos que vão para o lixo.
Imagino um blog, um fórum e uma editora digital com a colaboração dos antigos alunos, voluntários individuais com os mesmos ideais e outras fundações, associações de voluntariado e beneficência já existentes para a promoção da reciclagem de muitos objectos em bom estado que vão para o lixo, férias no voluntariado com algum trabalho e divertimento, divulgação de uma filosofia de vida de vida com ética global.
Imagino uma espécie de arrematações como eBay para a beneficência, com muita coisa que em vez de ir para o lixo pode salvar mortos de fome.
Estarei no encontro dos antigos alunos no dia 25 de Junho em Gouveia disponível para quem quiser falar deste projecto.
Agradeço comentários, críticas, ideias e sugestões.
Dos 24.100 resultados para “MSJ, MISSIONÁRIOS DE SÃO JOÃO BAPTISTA”:
(1) Imagino que muitas cabines telefónicas se podiam transformar em centros de beneficência, proporcionar serviços online gratuitos para pobres que não podem ou não sabem usar Internet. Simultaneamente poderiam proporcionar serviços a pagamento para quem tem necessidade de informações ou serviços online. Podiam ser uma forma de criar emprego para uns e economizar tempo de outros, em particular de VIPs ou elites para as quais o tempo é precioso. Mais: ONU-W-GOV, VIAS, MSJ, S6M,
(2) Edite, (hidrogeóloga), esteve recentemente em Moçambique durante um mês a fazer voluntariado numa missão no Gilé,   (Província da Zambézia, a cerca de 200 km de Nampula, Norte de Moçambique), com as Irmãs de S. João Baptista, conta a sua experiência: “algumas pessoas andam cerca de 15 km para irem buscar água para beber … um lar, onde vivem cerca de 50 jovens adolescentes, que estão a frequentar a escola secundária e cujos pais não têm possibilidades para elas estudarem”.

Sem comentários: