2014-09-16

JIO=Jornalismo e Informação Online: publicidade, marketing, verdade, mentira, inteligência, criatividade e populismo


A grande facilidade de comunicar online e de multiplicar facilmente a informação sem controlo da verdade ou falsidade pode desorientar quem procura o importante para cada momento.
A mentira ou meias verdades podem aparecer primeiro da verdade essencial, do mais importante ou mais científico. Ao procurar uma informação online posso perder muito tempo com mentiras populistas que podem aparecer primeiro das verdades mais inteligentes.
A criatividade e inteligência coletiva são facilitadas online e inventam anticorpos do pior mas exigem uma contínua adaptação e invenção da imunidade contra novos problemas.

A publicidade controla ou condiciona mais a informação online do que a tradicional. Muitas mentiras são divulgadas como verdades científicas ao serviço da pior publicidade e marketing.
Sem fronteiras e sem um governo global de Internet e novas tecnologias não existem leis universais online ou normas de moral ética e deontologia profissional para mais benefícios a nível global.

Creio que o ideal seria uma NEO-ONU para criar leis, moral, ética, deontologia e justiça para a melhor utilidade social global de Internet e novas tecnologias.

Os motores de busca têm um grande papel no futuro da informação, sobretudo na punição com a "morte-on-line", conversão ou exclusão dos piores em moral, ética, deontologia e injustos benefícios de poucos com danos imorais de muitos. Encontrei duas mentiras só num título do primeiro lugar de mais de 50 milhões de resultados de Google. Se isto acontece com o melhor motor de buscas imagino que acontecerá pior com outros.