2016-06-21

Persuasão, NPM=Néo-Publicidade-Marketing, MOL=Morte-On-Line e benefícios ou danos sociais?



Um gênio da persuasão convenceu-me a comprar o produto errado, na hora errada. Para mi foi a sua MOL=Morte-On-Line. Eu era seu  "amigo virtual" e seu fã. Tornou-se no contrário: suspeito, não comprei mais nada, e muito do que eu tinha escrito on-line muito favorável pode aparecer no futuro com impressões desfavoráveis. Imagino que muitas vezes as armas da persuasão acabam por matar aqueles que os utilizam: uma venda mais, mas um inimigo on-line e um cliente perdido para sempre. A persuasão pode ser uma arma de dois gumes: alienação da vítima ou dupla vitória. Pode ser um dano para ambas as partes e para a sociedade, benefício de uma parte com danos colaterais ou benefícios de ambas as partes. A informação sem técnicas persuasivas não pode ser mais ética, moral e socialmente útil? Os gênios da persuasão que convencem a comprar o produto errado, na hora errada não perdem credibilidade com danos para eles, clientes e sociedade? O famoso livro “As armas da Persuasão” produz mais benfícios ou danos sociais? Quantas técnicas roubam tempo e causam danos de muitos para benefícios injustos e imorais de poucos?
Imagino que muitas vezes as armas da persuasão acabam por causar danos aos próprios que as utilizam: uma venda mais, mas um inimigo on-line e um cliente perdido para sempre. A persuasão pode ser uma arma de dois gumes: alienação da vítima ou dupla vitória. "A persuasão nada mais é que uma estratégia de comunicação que consiste em utilizar recursos lógico e racionais ou simbólicos para induzir alguém a aceitar uma ideia, uma atitude ou realizar uma ação.”
“A arte de influenciar pessoas: 9 gatilhos mentais para você dominar a arte da persuasão” (https://www.linkedin.com/pulse/arte-de-influenciar-pessoas-9-gatilhos-mentais-para-voc%C3%AA-ana-colombia ), é um artigo muito bem feito, com muitas visualizações, muitas pessoas que gostaram e muitos comentários, quase todos positivos. Mas as consequências socias globais desta arte serão mais positivas ou negativas? Quantas destas técnicas não roubam tempo do consumidor para o enganar a comprar o pior? Qual o futuro desta “arte”? Quais as consequências para a informação e publicidade-marketing online?
Imagino uma NPM=Néo-Publicidade-Marketig, nova, ética, online, com a prioridade à utilidade social global da melhor informação para quem interessa e roubando o menor tempo possível a quem não está interessado.