2011-05-15

Osama Bin Laden, terrorismo, guerras, adopções e mortos de fome ( S6M, FFF, ONU, Neo-ONU )

Alguns "filósofos" da sociedade dizem que a morte de Osama Bin Laden serve a aumentar o terrorismo e contam o número de mortos posteriores. Penso que é pura demagogia, nunca saberemos se a guerra ao terrorismo começou demasiado tarde, no momento justo ou nunca deveria ter existido.  Parece que a CIA podia e queria assassinar Osama Bin Laden antes dos ataques terroristas do 11 de Setembro de 2001 a New York, mas Clinton não autorizou. Há que diga que a sua morte tinha economizado milhões de inocentes. Penso que seria possível, mas também poderia ser o contrario, mais mortos de terrorismo e outras guerras. Marx e certos filósofos contribuíram à evolução da História mas dificilmente podemos saber se foram mais actores ou historiadores do pensamento do seu tempo que contribuiu às revoluções. 
Não sei como seria o mundo sem os milhões de mortos das guerras. Morrem 6 milhões de crianças de fome todos os anos. Sem os mortos das guerras morreriam de fome?
Não compreendo a prioridade de certos defensores dos direitos humanos para assassinos e terroristas em comparação com a indiferença da morte dos inocentes. Só em Itália podiam ser adoptadas 100.000 crianças e fazer mais felizes cerca de 200.000 familiares. Se não fossem as estúpidas e criminosas leis a impedir ou dificultar adopções.