2011-11-02

Carta aberta a quem odeia o ex-marido ou a ex-esposa


Não perca o seu tempo com ódio ao seu ex-marido ou ex-esposa. O ódio é um veneno que se toma esperando que faça mal à pessoa odiada. Mas faz mal a nós próprios. Sei que não se podem esquecer certas coisas e não sei se um esquecimento forçado não provoca um recalcamento no inconsciente com piores danos da expressão dos sentimentos. Mas imagino que faz melhor à saúde mental pensar nas pessoas boas que encontrámos na vida e ajudar outros em piores condições ou que precisam da nossa ajuda. Fazer bem aos outros aumenta a própria auto-estima e é muitas vezes o melhor remédio para certas depressões.