2012-07-29

Hitler, 1936, jogos Olímpicos, Jesse Owens, racismo alemão e americano


Jesse Owens ganhou 4 medalhas de ouro nos jogos Olímpicos de 1936 em Berlim. Muitas vezes ouvi falar da revolta de Hitler por um negro ter ganho mais de todos alemães da presunta raça ariana superior. Mas só agora num documentário da TV alemã tive conhecimento de uma descriminação superior nos USA por ser negro. Depois de ser um herói mundial não encontrava hotel nos USA onde pudesse dormir ou só às escondidas e entrando pela porta de serviço. Para sobreviver corria ao lado de cavalos ou motas em espectáculos humilhantes para um herói dos jogos Olímpicos. Só online encontrei a sua queixa de que tinha sido melhor recebido e com menos racismo na Alemanha de Hitler do que nos USA.
Enquanto via um documentário da TV alemã, (Phonix, 26, 20h.), tive uma ideia para um filme cómico que podia ser feito colocando na boca de Hitler um discurso antes e depois dos jogos Olímpicos:
Vamos mostrar a superioridade da raça ariana …
Vergonha da raça superior deixar-se vencer por um negro ...”
Na abertura dos jogos Olímpicos foram lançadas para o ar 25.000 pombas para significar paz. Depois disraram alguns canhões e as pombas fugiram espantadas.
Para um filme cómico imaginei uma montagem colocando na boca de Hitler um discurso muito muito pacifista como o de Chaplin no final de “O grande Ditador” terminar com uma encenação espectacular das pombas em sinal da paz … Os canhões que disparam a anunciar a abertura … e milhares de pombas mortas dos tiros dos canhões.