2012-08-11

Rio+20: inteligência, ética, honestidade e eficiência dos empresariados e populismo dos políticos, eleitores, ambientalistas ou jornalistas?


Segundo Marcio Astrini, do Greenpeace: “o mundo tem um problema grande demais para líderes tão pequenos… faltam líderes fortes… Rio+20 mostra que caminho passa pelo empresariado, diz ...
Se é verdade porque razão? Culpa de quem os elegeu? Ou não é verdade e certos ambientalistas populistas dão as culpas a quem é mais popular dar as culpas? Se os eleitores fossem honestos, éticos e inteligentes não votavam os políticos mais honestos, éticos e inteligentes?
Segundo Maria Fernanda Ziegler: “O documento “O futuro que queremos” … foi taxado de fraco …”
Se é verdade foi culpa da organização ou de quem a elegeu? Predominou a inteligência, ética, honestidade e eficiência dos empresariados sobre o populismo dos políticos? Culpa dos eleitores? Ou informações falsas por populismo dos ambientalistas e jornalistas?

Sem comentários: