2013-07-21

Tempo, ética e utilidade social na informação e publicidade-marketing online


A melhor informação está ao serviço dos seus clientes consumidores. A pior informação engana os clientes consumidores para servir quem a paga, em geral a publicidade.
A melhor publicidade e marketing, com prioridade à ética e utilidade social  global, procura as necessidades dos consumidores e resolve da melhor maneira possível os seus problemas, com o mínimo de danos sociais.
A pior publicidade, sem preocupações de ética e utilidade social, serve-se do marketing para saber o que as pessoas querem e como convençê-las a comprar o que parece resolver melhor os seus problemas mas pode ser o pior ao mais caro preço.
A pior informação, condicionada da publicidade e marketing com a prioridade a ganhar dinheiro fácil, chama melhor ao pior, ao que lhe dá mais lucro, maior percentagem de lucros, geralmente a quem investe mais em publicidade e menos em qualidade.
Tudo isto com enorme perda de tempo dos consumidores para descobrirem o melhor gratuito ou ao preço mais económico.
Muitos tentam ganhar dinheiro vendendo métodos que serviram para eles em determinado momento mas deixaram de funcionar. As condições mudam continuamente e certos métodos perdem a eficiência. Quem compra os métodos dos outros mas não tem as suas capacidades pode perder o seu tempo e de muitos outros com mais danos do que benefícios sociais.
Alguém conhece um meio de evitar a pseudo-informação ou publicidade mentirosa e ganhar dinheiro com ética e utilidade social? 
Creio que o futuro da informação, publoicidade e marketing online estará em descobrir ou inventar formas de ganhar online com ética e utilidade social eliminando os ladrões do tempo a vender o pior ao mais caro preço e dificultar de encontrar o melhor gratuito ou melhor preço.