2013-07-26

O Lado Bom e Mau da Vida, Bipolaridade, Psicose Maníaco Depressiva “E Se Eu Gostasse Muito de Morrer?”


No filme "O lado bom da vida", (com Jennifer Lawrence, Bradley Cooper, Robert De Niro, Jacki Weaver, Cris Tucker, John Ortiz, Julia Stiles e Anupam Kher), a depressão aparece "glamourosa", com a trgédia romanseada em forma irónica de comédia.
 O Transtorno Bipolar foi magistralmente tratado por Chaplin: o vababundo salva o milionário que se quer suicidar. Um dia o milinário mostra-se muito reconhecido ao seu salvador e no dia seguinte não o reconhece.
“Estatisticamente, sabemos que estes pacientes têm baixa adesão ao tratamento medicamentoso, apesar de fundamental e necessário. Seja pelos efeitos colaterais, seja pelos quadros de mania ou hipomania, quando podem sentir que não necessitam mais da muleta química…” www.cinematerapia.psc.br.
Imaginei um filme cómico a parodiar o livro de Rui Cardoso Martins: “E Se Eu Gostasse Muito de Morrer” (o nome poderia trocar "morrer" por  “viver”, ou "Morrer-Viver"): Um extraterrestre apaixona-se por uma missionária que quer salvar os mortos de fome do Planeta mas só não morre de fome pela ajuda do extraterrestre, um casal de psicólogos psicanalistas que a tentam salvar mas acabam por separar-se ela apaixonado pelo extraterrestre e ele pela doente bipolar… Ambos adoecem de depressão e o extraterrestre tenta salvá-los com curas de riso, ... Compra livros e cursos de Yoga para curar a depressão com o riso, espetáculos cómicos online, filmes de Chaplin, tec...