2011-09-21

Criatividade e inteligência colectiva para o futuro da Guarda


O futuro da Guarda depende essencialmente da criatividade, inteligência e todas as faculdades humanas melhor aproveitadas.
O desenvolvimento de todas as faculdades humanas depende essencialmente do tempo, estímulos ou motivações e condições de desenvolvimento. Na prática tudo depende essencialmente das prioridades do uso do tempo.
Uma das formas de estimular a criatividade pode ser o prémio de concursos de criatividade e inteligência individual ou colectiva. Elites da política, economia e informação podem promover prémios individuais e colectivos para ideias e projectos para o futuro da Guarda. O facto de as pessoas ocuparem o seu tempo a pensar no que se poderia fazer para o futuro da Guarda estimula a criatividade individual e a possibilidade de surgir qualquer ideia genial. Mas mesmo que nenhuma ideia acabe por ser posta em prática pode ser um exercício de criatividade e inteligência mais útil de outros passatempos. Os passatempos menos agradáveis mas que melhor desenvolvem as próprias capacidades podem tornar-se atractivos e fontes de prazer com a esperança de um prémio e um reconhecimento público.
Quem concorda pode divulgar. Quem não concorda pode deixar um comentário mesmo negativo que eu prefiro as críticas negativas inteligentes de outras lisonjeiras mas menos inteligentes.